fbpx

Voluntariado

APCC e outras entidades nacionais pretendem criar até ao final do ano mecanismo de reconhecimento de aprendizagens no voluntariado

170313_APCC_ReconhecimentoAprendizagensVoluntariado_thumbRealizou-se no final da passada semana, em Lisboa, mais uma sessão do projeto-piloto que visa criar um mecanismo de reconhecimento das aprendizagens decorrentes do voluntariado. A APCC esteve presente, enquanto membro deste grupo de 16 entidades nacionais que têm vindo a trabalhar com o propósito comum de garantir a existência de uma forma de certificação interinstitucional nesta área.

A reunião do dia 10 de março permitiu retomar as atividades e definir um plano de ação para o ano em curso, que deverá culminar na apresentação, em dezembro, de um modelo de reconhecimento baseado nas práticas e experiências de instituições e voluntários. Dessa forma, a APCC – e as demais entidades envolvidas – ficará então em condições de atribuir aos seus voluntários certificações reconhecidas a nível nacional das aprendizagens realizadas.

Ler mais

O quarto ‘mosqueteiro’ e uma visita inesperada: foi assim o Lanche Intercultural de receção aos novos voluntários europeus

A última vez que houve um Lanche Intercultural na APCC foi em novembro do ano passado, quando nos despedimos dos voluntários europeus que terminavam nessa altura o período de seis meses que passaram na Associação. Agora que um novo grupo chegou, voltámos a juntar-nos no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral, em volta de bolos, chá e sumos, mas para começarmos a conhecer-nos melhor.

Foi ontem (20 de fevereiro) que demos as boas-vindas à Claire Bonnefoy (que chega de França), à Jelena Radojevic (Sérvia) e à Mari Chilingarashvilii (Geórgia, uma estreia), que já ‘conhecíamos’ das suas apresentações na página de Facebook do projeto “Holding Hands With Other Abilities”. Mas, ao bom estilo dos Três Mosqueteiros – que na verdade eram quatro – recebemos ainda um outro voluntário, o Julien Michaud (também de França).

Ler mais

Depois de participarem em curso europeu para combater estereótipos, utentes e colaboradores da APCC partilharam o quanto aprenderam e mudaram

170206_APCC_BreakingStereotypes-balanco_thumbO que se pode aprender – sobre si mesmo, sobre os outros e sobre o mundo – quando 30 jovens de seis países europeus se reúnem durante uma semana para desmistificar e derrubar estereótipos? Foi a resposta a esta pergunta que, na passada sexta-feira (3 de fevereiro), se procurou numa sessão que juntou colaboradores e utentes da APCC, no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral.

No centro das atenções estiveram quatro jovens ligados à Associação (Diogo Sacramento, Miguel Moço, Rui Pata e Susana Matias) e a professora de expressão plástica Suzete Azevedo, que, em novembro do ano passado, participaram no projeto “Breaking Stereotypes”, que decorreu em Budapeste (Hungria) e que teve como principal objetivo criar uma comunidade permanentemente empenhada no combate aos estereótipos.

Ler mais

Educação não-formal foi tema de formação para formadores, com a participação da APCC

170123_APCC_FormacaoFormadoresEducacaoNaoFormal_thumbDurante cinco dias, a educação não-formal foi o centro de todas atenções para um grupo de profissionais de instituições portuguesas que desenvolvem atividades educativas com jovens em diferentes áreas. A APCC, como não podia deixar de ser, esteve presente, levando a sua experiência de décadas nas áreas do voluntariado nacional e internacional e da educação e formação.

Do conjunto de atividades desenvolvidas, em que participou a coordenadora do Gabinete de Voluntariado, Fernanda Maurício, fizeram parte grupos de reflexão, oficinas e até brincadeiras (sérias) com Legos. Desta forma, procurou-se desenvolver a compreensão sobre o papel da educação não-formal em processos educativos e preparar para a implementação e avaliação de atividades de formação com base naquela abordagem.

Ler mais

Postais de Natal ‘voaram’ pelo Centro de Reabilitação da APCC

161226_apcc_postaisnatalgabvoluntariado_thumbIsto não é de todo uma competição, mas é difícil encontrar mais espírito natalício do que no Gabinete de Voluntariado da APCC! Na semana passada, os ‘duendes’ do Voluntariado distribuíram mais de 150 postais de Natal pelos colaboradores que trabalham no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral.

A ideia partiu da voluntária alemã Katharina Bux, que criou os postais com vários motivos ligados à quadra, com o objetivo de partilhar o espírito natalício que está tão presente no seu país. Mas as mensagens foram escritas pelos próprios colaboradores da APCC, com os seus colegas em mente. E, desta forma, se celebrou o Natal de forma simultaneamente tão familiar e internacional.

Ler mais