Teatro

A voluntária europeia Anna Zubova preparou a ‘viagem’ e foi assim que os utentes da APCC ‘visitaram’ a Rússia

Passear na Praça Vermelha e admirar a Catedral de São Basílio, visitar o Kremlin, atravessar uma das pontes sobre o rio Moscovo, percorrer as margens do Lago Baikal, gastar alguns rublos em compras… Estes foram alguns dos desafios à imaginação deixados pela voluntária europeia Anna Zubova ao grupo da Sala do Teatro da APCC, durante uma muito interessante apresentação da Rússia, realizada na manhã de ontem.

Para a Anna, que preparou tudo com muito cuidado e detalhe, foi uma forma de matar algumas saudades do seu país natal, enquanto que para os utentes da APCC foi uma oportunidade para aprender coisas novas – e algumas verdadeiramente surpreendentes… sabiam, por exemplo, que existem nove fusos horários diferentes na Rússia?! – sobre uma terra muito distante e da qual sabiam muito pouco.

Houve muita...

Ler mais

A Valentina ‘regressou’ à Quinta da Conraria e levou consigo uma “Estranha História em Círculo”

Depois da estreia perante a comunidade escolar que a viu nascer, a “Estranha História em Círculo” desdobrou o tecido de que é feita, desenrolou as suas linhas e deixou-se ser estranhada na Quinta da Conraria. Aconteceu ontem e, para quem (ainda) não sabe do que estamos a falar, tratou-se da apresentação do exercício final do projeto de intervenção artística “Valentinas”, que juntou, ao longo deste ano letivo, o Sala T (um dos grupos de teatro da APCC) e a Turma D da EB1 de São Bartolomeu.

Utentes, formandos, colaboradores e voluntários da Associação juntaram-se, em duas sessões, para conhecer uma boneca de pano chamada Valentina que, como qualquer um de nós, tem as suas particularidades. Durante um pouco mais de 30 minutos, a história – criada pelos membros do Sala T e pelos alunos de São Bartolomeu – sobre aquela boneca transformou-se na(s) história(s) dos seus protagonistas, que mereceram cada um dos muitos aplausos que receberam no final.

Ler mais

A “Estranha História em Círculo” já teve a sua estreia, mas é um círculo aberto…

«A Valentina é uma boneca estranha. Mas quem não é estranho?» Este foi o mote para um caminho percorrido em conjunto pelos membros do Sala T (um dos grupos de teatro da APCC) e pela Turma D da EB1 de São Bartolomeu, ao longo do ano letivo 2018/2019. Mas talvez caminho não seja a palavra certa… a menos que um caminho possa ser feito em círculo…

Mas vamos começar pelo fim que o não será. Ontem, no Pavilhão da Palmeira, teve lugar a estreia de “Estranha História em Círculo”, o exercício final do projeto de intervenção artística “Valentinas”. Em cena, utentes da Associação e alunos do 4º ano do ensino básico interpretaram uma história, por eles criada, em que uma boneca de pano com as suas particularidades (como qualquer pessoa) foi protagonista e ponto de partida para a descoberta.

Perante pai...

Ler mais

Loja de Vender Poetas é apresentada no Congresso Internacional “As Artes na Educação Especial”

A Loja de Vender Poetas abriu portas na Baixa de Coimbra em maio do ano passado, por um período de tempo limitado, e permitiu aos seus clientes criar e comprar um poeta à sua medida… mais ainda dá que falar! Nomeadamente, dá que falar no Congresso Internacional “As Artes na Educação Especial”, que se realiza entre hoje e sábado.

É que este ‘negócio’ de sucesso, dinamizado pelo Projeto Estúdio, um dos grupos de teatro da APCC, vai ser apresentada pela professora Adriana Campos (coordenadora daquele coletivo) em dois momentos: já esta tarde, através de uma oficina em que será proposto experimentar alguns dos exercícios que integraram os ateliês iniciais do projeto, e no dia 25 de maio, através de uma comunicação no painel intitulado “Arte, Cidadania, Participação e Práticas Educativas Inclusivas”.

Serão...

Ler mais

As artes da APCC vão estar no Festival Extremus

O Festival Extremus, que pretende colocar a arte inclusiva em destaque e em reflexão, vai voltar a levar a música, a dança e o teatro a diversos espaços de cultura do Grande Porto e a APCC vai estar representada pela orquestra de samples Ligados às Máquinas, pelo Grupo de Expressão Corporal da URDP 2 e pela coordenadora do Departamento de Expressão Plástica, Suzete Azevedo.

Os músicos dos Ligados às Máquinas, sob a coordenação do professor Paulo Jacob, serão os primeiros a subir ao palco, para apresentar as suas composições originais construídas a partir de samples sonoros, recolhidos de acordo com as preferências e gostos pessoais de cada um. Assim se dá um surpreendente cruzamento de hip-hop, rock, techno, fado, blues, world music, música erudita e música concreta, mas também sons da publicidade ou de séries televisivas. Vai ser na Biblioteca Municipal de Gondomar, no dia 4 de maio, a partir das 16H30.

Ler mais