fbpx

Teatro

“A Revolta das Peças”, um espetáculo feito de liberdade e que ‘devolveu’ o Projeto Estúdio ao contacto com o público

Liberdade, espanto, revolta. Mudança. Imaginação. Liberdade, sempre a liberdade. Estas foram algumas das palavras ditas – e repetidas – na estreia de “A Revolta das Peças”, o novo espetáculo-oficina do Projeto Estúdio, que decorreu na livraria Almedina Estádio Cidade de Coimbra… e não por acaso. Esta foi a primeira etapa do ciclo ‘Primaverar’, em que aquele grupo teatral da APCC se une a livrarias da cidade de Coimbra para criar espetáculos baseados em livros por estas sugeridos e que são depois apresentadas nos seus espaços.

De volta ao espetáculo de ontem, inspirado por “A Revolta dos Livros”, de Sofia Cochat-Osório, os espectadores puderam conhecer a história de uma casa-árvore onde os livros ficam aprisionados, mas, mais do que isso, foi-lhes possível entrar no jogo e ajudar a escrever o futuro dessa casa tão particular. Convidados a inventar uma revolta, fizeram parte de um momento verdadeiramente transformador, guiados pela ideia de que a arte é possível para todos. E assim a imaginação se afirmou como semente de liberdade, como se lia na apresentação de “A Revolta das Peças”.

Esta ...

Ler mais

Projeto Estúdio apresenta “A Revolta das Peças” e inicia ciclo de espetáculos inspirados pela literatura em livrarias da cidade

Chama-se “A Revolta das Peças” e é um espetáculo-oficina do Projeto Estúdio, um dos grupos de teatro da APCC, que vai subir à cena no próximo dia 23 de junho, numa apresentação pública única que terá lugar na livraria Almedina Estádio Cidade de Coimbra, pelas 11H00. Trata-se de um espetáculo que lembra que a imaginação é sempre uma semente de liberdade e que parte do livro “A Revolta dos Livros”, de Sofia Cochat-Osório.

Neste espectáculo-oficina, os espectadores são convidados a escutar a história de uma casa-árvore, onde os livros ficam aprisionados, e ao mesmo tempo a jogar, colaborando no plano traçado pela enciclopédia para recuperar a liberdade e o espanto. Preparados para entrar no jogo? Será o início do ciclo ‘Primaverar’, com que o Projeto Estúdio busca inspiração na literatura, para criar espetáculos que serão apresentados nas livrarias que acolhem os livros que os influenciaram.

Ler mais

Um guia prático e uma oficina para semear teatro, ou como a APCC vai primaverar em encontro sobre animação sociocultural

A APCC vai levar um verbo incomum ao III Encontro de Animação Sociocultural, que se realiza amanhã, na Guarda. Na mala, além daquelas existências mais prosaicas, a professora de teatro Adriana Campos levará sementes de palavras, adubos de sonhos e tudo o mais que é necessário para fazer…primaverar! Dito de outra forma, será porta-voz do projeto ‘FLORescente’, que tem vindo a ser desenvolvido pelo coletivo Projeto Estúdio mais ou menos desde que começou a primavera.

Na sua intervenção, que tem como título “Primaverar, guia prático para semear teatro”, bem como na oficina “Primaverar, oficina para semear teatro”, a também atriz e encenadora dará conta do trabalho já realizado – em sessões na Quinta da Conraria, visando a criação de oficinas-espetáculo a partir da literatura, e junto de livrarias da cidade de Coimbra, onde aquelas serão apresentadas. Um longo caminho, portanto, desde que alguém leu a palavra ‘primaverar’ no livro “Que coisas são as nuvens”, de Tolentino de Mendonça…

‘FLORescent...

Ler mais

Não perca “Imenso”, o espetáculo que é uma viagem em que também embarcam o Projeto Estúdio, o Sala T e os 5ª Punkada

“Imenso”, do verso de Camões «Pode um desejo imenso», é uma viagem que começou a ser ensaiada no final do ano passado e em que pessoas rolantes e pessoas caminhantes se encontram para lembrar que a deficiência é também um lugar de poder, de desejo e de comunicação. Deste grupo de pessoas fazem parte membros dos dois grupos de teatro da APCC (Projeto Estúdio e Sala T) e da banda 5ª Punkada, que subirão à cena nos dias 2 e 3 de abril, no Convento São Francisco.

Trata-se de um espetáculo, ou uma conferência dançada, em que se reflete sobre a importância da cadeira como um objeto que oferece a possibilidade de nos encontrarmos todos num mesmo plano, em particular aqueles que não podem sair de uma cadeira e os que a usam como lugar do dizer artístico. Assim, integram o elenco, além dos elementos da APCC, artistas profissionais e jovens artistas universitários dos grupos da Associação Académica de Coimbra.

Ler mais

Projeto Estúdio vai declinar o verbo ‘primaverar’, dentro e fora da APCC

Com a primavera a ter início, o Projeto Estúdio aventura-se a primaverar… E o que diz isto sobre os planos próximos deste grupo de teatro da APCC? Veremos onde os leva a primavera… Para já, começou a ser trabalhado ‘FLORescente’, nome do novo projeto deste coletivo, inspirado precisamente pelo verbo ‘primaverar’, inventado por Tolentino de Mendonça no livro “Que coisas são as nuvens” e que afirma a primavera como uma transformação que perpassa a natureza e nos renova internamente.

Assim, o Projeto Estúdio propõe-se a descobrir a primavera que acontece dentro de cada um de nós e esse processo de FLORescimento que se renova a cada reinício dessa estação. Nas sessões já realizadas, prepararam-se as sementes a pensar nos objetivos centrais: continuar a criação de oficinas-espetáculo a partir da literatura, aprofundar o contacto com a escrita e a leitura, estabelecer um contacto regular com a comunidade e implicar o grupo na construção de todo o projeto.

‘FLORescent...

Ler mais