fbpx

Teatro

“O Museu de Nós!”: ateliê online ‘trouxe’ experiência do “Museu da Existência” à Quinta da Conraria

Quando a ideia d’”O Museu de Nós!” – um espaço onde serão guardadas as histórias que fazem parte da APCC – começou a nascer, teve desde logo como inspiração o Museu da Inocência, de Orhan Pamuk, distinguido com o Prémio Museu Europeu do Ano 2014. E esta era uma influência partilhada com o espetáculo/exposição “Museu da Existência”, que a companhia de teatro Amarelo Silvestre estreou em 2016.

Foi, por isso, um encontro de dois universos distintos, mas com muito em comum, o que aconteceu no final da semana passada, quando a professora Mariana Nunes e os membros do grupo de teatro Sala T se juntaram na Quinta da Conraria para um ateliê online com Fernando Giestas, dramaturgo e cofundador daquele coletivo teatral sedeado em Nelas. O propósito anunciado era que todos partilhassem um pedaço da sua memória, contribuindo dessa forma para o desenvolvimento d’”O Museu de Nós!”

Ler mais

“O Museu de Nós” em tua casa! – APCC desafia a comunidade a ajudar a criar espaço que vai nascer na Quinta da Conraria

Prosseguem os trabalhos para a criação d’“O Museu de Nós!”… e agora é a altura de todos participarem! Porque neste espaço terá também lugar a comunidade da APCC, abrimos as portas a todos os que seguem a instituição na Internet e nas redes sociais e lançamos um desafio: criar uma coleção privada de memórias, um “Museu de Nós” único e de cada um!

Tudo começa com uma pergunta simples: Que objetos, dias especiais, histórias fantásticas ou receitas deliciosas marcam a tua vida e a da tua família? Depois, será a altura de transformar cada casa num museu, juntando os que a habitam e escolhendo em conjunto momentos, objetos, comidas, músicas e outros elementos que os marcaram ou ainda marcam: tudo o que merece ir para um museu!

Após decidi...

Ler mais

Está a nascer um museu que é uma homenagem a todas as histórias colecionadas na Quinta da Conraria

A Quinta da Conraria enquanto casa que guarda as histórias da APCC, dos seus utentes, familiares e colaboradores. É esta a visão do projeto “O Museu de Nós!”, que arrancou na semana passada e que colocará em destaque as histórias acumuladas e colecionadas ao longo dos anos, contadas através dos espaços, dos objetos e de evidências do que aconteceu para lá dos muros.

A primeira fase é dedicada a pesquisa e recolha de material (documentos, testemunhos e ideias), a trabalho direto com os utentes que se encontram a frequentar as atividades ocupacionais e a atividades dirigidas aos que se encontram ainda em casa. Este período corresponderá a diferentes momentos das fases MEMO (Museu de Memórias e Álbum de Memórias), MIM (Museu Imaginado por Mim) e Fora de Mim, estando ainda previstos posteriormente um espetáculo, visitas guiadas, oficinas e uma exposição.

Ler mais

Loja de Vender FI é (tele-)apresentada em encontro sobre experiências de didática das artes visuais

«Pergunta-se com frequência ao tempo quanto tempo o tempo tem, mas o Projeto Estúdio da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra há muito que prefere perguntar ao tempo o tempo que o tempo não tem”. É assim que começa a apresentação que Adriana Campos, professora de teatro na APCC, irá levar ao 32º Encontro Nacional da Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual (APECV), no próximo domingo.

Nesta iniciativa (que, devido à situação de pandemia, será realizada por conferência remota), o convite é para refletir sobre o conceito de tempo a partir das artes na educação das crianças, dos jovens e dos adultos ao longo da vida. Entre outras experiências relacionadas com a didática das artes visuais, estará a Loja de Vender FI – que, em outubro de 2019, foi um espaço ambulante na Baixa de Coimbra, especializado naquele elixir milenar, do qual se diz ser útil porque não serve para nada que se reduza a relatórios ou números.

Ler mais

Loja de Vender FI (re)abre por uma manhã em Condeixa e apenas para clientes VIP

Convém dizê-lo logo a abrir: o ‘target’ da grande (re)abertura da Loja de Vender FI é constituído por clientes VIP (Very Important Person, ou Pessoa Muito Importante), porque estamos a falar dos alunos da Escola Básica nº 2 de Condeixa-a-Nova! Será naquele espaço que a loja ambulante do Projeto Estúdio (um dos grupos de teatro da APCC) voltará a vender – já amanhã! – o seu conhecido elixir, do qual se diz ser útil porque não serve exatamente para nada que se reduza a relatórios ou números.

António Quarta Parede, Bárbara Teia, Bruno Frente de Sala, Liliana Plateia, Marta Baton e Nino Camarim serão os vendedores de serviço, cabendo-lhes também o papel de embaixadores de um produto que alcançou já assinalável sucesso quando foi comercializado na Baixa de Coimbra, no passado mês de outubro. Entre clientes anónimos e outros que ocupam os mais elevados cargos do Estado, muitos puderam comprovar as características únicas daquele elixir milenar e descobrir o nível de faz de conta que há dentro de si mesmos.

Ler mais