Com a época a terminar, o Departamento de Desporto juntou utentes para um dia dedicado à canoagem (e ao convívio)

Na APCC, quando começa a aproximar-se o final da época desportiva, é preciso começar a reduzir o ritmo e a preparar o descanso que se segue antes de todos voltaram para o novo ano. Talvez não se possa dizer já que é uma tradição, mas um dia de canoagem no rio tem sido muitas vezes a forma escolhida para os utentes que participam nas atividades do Departamento de Educação Física e Desporto esgotarem os últimos ‘cartuchos’.

E foi isso que voltou a acontecer no final da passada semana, com alguns dos protagonistas do ano desportivo da instituição a juntarem-se para momentos de convívio muito divertidos, cheios de descontração e alegria. Houve, portanto, uma energia muito positiva no encerramento de uma época em que todos superaram novos desafios e estabeleceram novas metas para alcançar!

Em 2017/2018, foram muitas as vitórias do Desporto da APCC, desde experiências nunca vividas a conquistas inéditas (e, em boa verdade, a época ainda não chegou mesmo ao fim…):
– Na natação, e além da participação em diversas outras provas, estivemos presentes com seis atletas (e conquistámos oito medalhas) no Campeonato Nacional de Inverno de Natação Adaptada e com sete nadadores (16 medalhas) no Nacional de Verão. E os nossos campeões ainda bateram por74 vezes os seus recordes pessoais!
– No boccia, levámos dez jogadores aos Campeonatos Regionais Individuais, nos quais conseguimos doze medalhas e um título de campeão regional, e estivemos representados no Campeonato Nacional por seis jogadores, tendo conseguido a conquista de um título nacional. Nas vertentes coletivas, estivemos com um par e uma equipa no Nacional, tendo obtido uma medalha. Ainda neste modalidade, mas nos mais jovens, estivemos em duas edições do Campeonato Nacional para os escalões etários mais baixos com sete atletas e chegámos por cinco vezes às medalhas.
– Na tricicleta, marcámos presença com três corredores no IV Encontro Nacional de Tricicleta, os mesmo que estiveram também no Campeonato Nacional, este ano disputado a duas voltas, e em que conseguimos quatro medalhas.
– No remo indoor, levámos quatro atletas à Taça Nacional, que conseguiram o nosso melhor resultado de sempre, saindo da competição com três medalhas. Resultado que repetimos no Campeonato Nacional, onde estivemos representados por cinco praticantes.
– No slalom em cadeira de rodas, ainda tivemos tempo e energia para participar no esforço que está a ser levado a cabo a nível nacional para reviltalizar esta modalidade, participando com quatro utentes no I Encontro Nacional.
– Mas não foi tudo: os nossos atletas ainda se estrearam no padel e repetiram uma muito bem recebida experiência no surf adaptado, além de terem participado em iniciativas como a Caminhada Anual do Departamento de Educação Física e Desporto, a Caminhada Solidária da EDP Meia Maratona de Coimbra – Corrida do Conhecimento e o XII  Movimento Especial da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra.

Não podemos também esquecer as participações internacionais do António Marques em representação de Portugal (no Campeonato da Europa de Boccia e no Open Mundial da Póvoa de Varzim) e as distinções atribuídas aos nossos atletas: o próprio António foi o vencedor da categoria Desporto Individual dos Globos Mundial, atribuídos pela Rádio Mundial FM, e a Sandra Semedo foi nomeada embaixadora da candidatura de Anadia a Cidade Europeia do Desporto.

A prática desportiva ocupa um importante lugar na atividade da APCC, dadas as suas provadas vantagens a nível motor, cognitivo e social. Neste contexto, a iniciação e o desporto para todos são conciliados com o desporto de alta competição, com vários atletas a competirem regularmente em provas nacionais e internacionais. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=38.