Profissionais da APCC estiveram na Roménia para formação no âmbito de projeto que visa melhorar serviços na área da doença mental

O projeto MAGISTER, que junta a APCC e parceiros da Áustria e Roménia, pretende contribuir para a inclusão social das pessoas afetadas por alguma forma de doença mental, promovendo a qualidade dos serviços prestados pelos profissionais que trabalham nessa área. Pretende ainda melhorar a oferta formativa na área da saúde mental, promover a colaboração entre as organizações intervenientes e a transferência de boas práticas.

Foi neste contexto, e em particular do objetivo de contribuir para a formação de profissionais de qualquer área de intervenção, que exerçam a sua atividade junto de pessoas com necessidades especiais de saúde mental, que um grupo de técnicos da Associação esteve em Bucareste, na passada semana, para uma iniciativa que juntou colaboradores da Universidade de Ciências Aplicadas de Vorarlberg (Austria), da Organização Humanitária Concordia e da Fundação Estuar (Roménia).

Ao longo de quatro dias, os participantes assistiram a módulos sobre temas como personalidade, métodos de consulta, princípios éticos e políticas sociais, entre muitos outros. Foi uma oportunidade para aprender, mas também para trocar experiências e discutir formas de disseminar o conhecimento adquirido e de o utilizar para melhorar procedimentos e abordagens nas organizações de origem.

O projeto “MAGISTER – Mental HeAlth Professional’s Learning Community – continuous traininG program for practItionerS working with people affecTed by mEntal disoRders” é cofinanciado pelo programa Erasmus +, através do qual são desenvolvidos outros projetos – como o TRUST, o ICT in Music Education ou o LIFE – geridos pelo Gabinete de Projetos da APCC. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?cat=8.