O râguebi e a inclusão juntaram a APCC, a Académica e a Agrária para o ‘fecho’ dos Jogos de Coimbra

Foi num evento dedicado ao râguebi integrado nos Jogos de Coimbra, em abril, que a equipa da APCC se apresentou publicamente pela primeira vez. E agora, que se realizou a última etapa da modalidade integrada naquela grande iniciativa desportiva da Câmara Municipal de Coimbra, não podíamos faltar! E assim, lá estivemos no Campo da Arregaça, no passado sábado, dividindo o treino com jovens jogadores da Académica e da Agrária!

Para os jogadores da APCC, foi outra oportunidade para continuar a crescer enquanto praticantes de râguebi, melhorando os passes e as fintas, mas também experimentando novos exercícios, cada vez mais complexos. E foi ainda mais um momento para os elementos desta que é a única equipa de ‘mixed ability rugby’ de Portugal confraternizarem com outros atletas e técnicos num ambiente marcado pela camaradagem e pela boa disposição.

No final, as perguntas com que o treinador João Costa (fisioterapeuta na APCC e coordenador deste projeto, além de ex-jogador e atual árbitro) costuma concluir os treinos voltaram a ser repetidas: «Gostaram? Divertiram-se?» E as respostas não deixaram margem para dúvidas: está aqui uma equipa cheia de vontade de aprender e evoluir cada vez mais.

O principal objetivo é, neste momento, divulgar o ‘mixed ability rugby’ (que se caracteriza por juntar em campo pessoas indistintamente das suas capacidades, idade, género ou experiência) junto de outras instituições, para que mais equipas possam ser criadas e se torne possível organizar encontros ou mesmo competições desta vertente do râguebi. As entidades interessadas em participar podem, por isso, contactar a APCC – através do mail geral@apc-coimbra.pt – para obter apoio ou aconselhamento para desenvolver os seus projetos.

Noutro nível, pretende-se que a equipa da APCC, atualmente constituída exclusivamente por pessoas com deficiência, possa no futuro incluir outras pessoas, com ou sem experiência no râguebi ou em outros desportos. O objetivo global do projeto é criar um movimento verdadeiramente inclusivo, inspirado em alguns dos valores habitualmente associados ao râguebi, como o companheirismo ou a abnegação.

Na APCC, são desenvolvidas várias modalidades desportivas, como o boccia, a natação ou a tricicleta, entre outras. Instituição pioneira a nível nacional no desporto para pessoas com deficiência, a Associação concilia a vertente competitiva com a de lazer e manutenção. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=38.