Projeto europeu MAGISTER voltou a juntar técnicos de três países para trabalhar na melhoria dos serviços na saúde mental

A APCC voltou a receber, na passada semana, um grupo de cerca de 20 profissionais portugueses, austríacos e romenos, que trabalham na área da saúde mental, para mais uma iniciativa no âmbito do projeto europeu MAGISTER, que pretende contribuir para aumentar a qualidade dos serviços prestados naquele domínio. Foi o terceiro de quatro módulos de um curso de formação, que terá o seu final no próximo mês, na Roménia.

Ao longo de quatro dias, decorreram sessões em torno de grandes temas como supervisão e intervenção, violência e razão, linguagem e poder ou preconceitos e Direitos Humanos, mas também sobre prevenção do suicídio, adições e sexualidade, por exemplo. Do programa fez ainda parte uma visita à Quinta da Conraria, onde funcionam valências da APCC como as atividades ocupacionais ou o acompanhamento e animação para pessoas com deficiência.

O objetivo do projeto MAGISTER é promover a inclusão social das pessoas afetadas por alguma forma de doença mental, através do aumento da qualidade da formação disponibilizada nos três países envolvidos, mas também da transferência de boas práticas e da colaboração entre profissionais a nível europeu. Além da APCC, estão envolvidas a Universidade de Ciências Aplicadas de Vorarlberg (Áustria), a Organização Humanitária Concordia e a Fundação Estuar (Roménia).

O projeto “MAGISTER – Mental HeAlth Professional’s Learning Community – continuous traininG program for practItionerS working with people affecTed by mEntal disoRders” é cofinanciado pelo programa Erasmus +, através do qual são desenvolvidos outros projetos – como o TRUST ou o LIFE – geridos pelo Gabinete de Projetos da APCC. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?cat=8.