As Férias Divertidas foram tudo o que o seu nome prometia e muito mais!

Chama-se Férias Divertidas porque, de facto, não faltam motivos para que os mais pequenos se divirtam. Mas também podia chamar-se Férias Sorridentes, porque não há uma única cara para a qual se olhe que não mostre um sorriso aberto. Dificilmente poderia era chamar-se Férias Dorminhocas, porque ninguém quer dormir quando está assim tão feliz. E, para os colaboradores da APCC, poderiam ser umas Férias Sem Cansaço, porque não há fadiga que dure ao ouvir mais um pedido de «Vamos!»

O programa Férias Divertidas da APCC – que, entre os dias 4 e 7 de julho, voltou a levar um grupo de crianças que frequentam a resposta social da Reabilitação até ao Naturwaterpark, em Vila Real – é tudo aquilo que atrás escrevemos e muito mais. É também Férias Vividas, porque permitir viver experiências novas, e Férias Partilhadas, porque são feitas partilhando a companhia dos melhores amigos.

Entre as muitas idas à piscina, os saltos de bungee jumping e muitas outras brincadeiras, a par das sonoras gargalhadas e dos abraços intermináveis, houve coisas muito importantes a acontecer, como a descoberta da maravilha das coisas simples (nadar na multidão, dormir ao som dos grilos ou dos vizinhos barulhentos). Assim se fortaleceu a autonomia e se deu espaço aos gostos e vontades de cada um. Assim se fizeram, afinal, Férias Inclusivas.

Mas claro que este é só mais um capítulo. Para já, e para muitas destas crianças, está ainda a decorrer o programa de Atividades de Verão de 2019, dividindo-se entre o Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral e atividades no exterior. E claro, no próximo ano letivo, aqui estaremos, como sempre, convictos da nossa missão e empenhados no seu cumprimento.

Na APCC, a resposta social de Reabilitação atua de acordo com a premissa de que esta é um processo global, contínuo e dinâmico, com impacto na vida de utentes, famílias e comunidade. Assim, a intervenção é desenvolvida por uma equipa multidisciplinar e em articulação com recursos da comunidade, a fim de promover a inclusão. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=33.