Sandra Semedo regressou da Taça Internacional de Tricicleta com (mais) três medalhas de ouro!

Já chegou a Portugal e trouxe a bagagem mais pesada do que quando partiu: Sandra Semedo terminou a sua participação na Taça Internacional de Tricicleta, que se disputou na Dinamarca, com um total de três medalhas de ouro conquistadas! No primeiro dia, a atleta da APCC chegou ao primeiro lugar do pódio nos 800 metros da classe RR2, na segunda jornada, repetiu a proeza nos 400 metros e, para fechar a sua participação com chave de ouro, foi também a mais rápida nos 5000 metros, no último dia de provas.

Sandra confirmou assim de forma fulgurante o seu lugar entre as melhores praticantes de tricicleta a nível mundial, e enriqueceu ainda mais o seu invejável currículo! Aos 31 anos, tem agora oito medalhas (seis de ouro e duas de prata) conquistadas em três edições da Taça Internacional – a maior competição a nível mundial dedicada exclusivamente à tricicleta – num conjunto de doze medalhas obtidas em provas continentais e intercontinentais com as cores portuguesas.

Na Dinamarca, onde ainda alcançou um 4º lugar na corrida de 100 metros, a triciclista foi, mais uma vez, orientada por Ana Nunes, que a acompanha desde que se iniciou na modalidade, em 2012, sempre em representação da APCC. Para a treinadora, que é também a selecionadora nacional de tricicleta, a competição trouxe ainda mais uma alegria, com a conquista de uma outra medalha de ouro por parte do atleta André Pinto.

A Taça Internacional de Tricicleta 2019 correspondeu à vertente competitiva do International RaceRunning Development Camp & Cup, que decorreu entre os dias 7 e 14 de julho e que juntou cerca de 250 participantes (mais de cem atletas e ainda treinadores e acompanhantes) para uma semana de corridas, treinos conjuntos, formação de técnicos e atividades sociais. As provas decorreram sob a égide da CPISRA (Cerebral Palsy International Sports and Recreation Association) e Portugal esteve representado por Sandra Semedo, Alírio Almeida, André Pinto e João Lomar.

A tricicleta é uma modalidade desportiva praticada em pistas de atletismo, em que os atletas correm com os pés, num equipamento com três rodas e três apoios. É dirigida a pessoas com paralisia cerebral e deficiências motoras que afetem o movimento ou o equilíbrio, que se desloquem em cadeira de rodas ou que não tenham uma corrida funcional a pé. Na APCC, começou a ser praticada há quase duas décadas, tendo sido retomada com particular entusiasmo nos últimos cinco anos. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=282.