É uma espécie de presente de Natal antecipado: Ligados às Máquinas ao vivo na Baixa de Coimbra!

A época chama as pessoas à Baixa de Coimbra, com as compras de Natal na ordem do dia e um programas de iniciativas previstas para esta altura específica do ano, mas, na próxima quarta-feira (4 de dezembro), o principal motivo para não dispensar uma ida àquela zona central da Cidade é… musical! É que vai haver concerto dos Ligados às Máquinas, a orquestra de samples da APCC, e, além de tudo, é gratuito!

Vai ser a partir das 11H00, no Largo do Poço, e quem conhece este coletivo já sabe o que esperar: hip-hop, rock, techno, fado, blues, world music, música erudita e música concreta, tudo mesclado e ainda pontuado por sons da publicidade e de séries televisivas, naquilo que pode ser descrito como uma manta de retalhos sonora. Quem ainda não conhece, além de ler a descrição atrás, precisa de saber também que se trata de um espetáculo que tem mesmo de ser escutado ao vivo!

A iniciativa é da Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra e está integrada no programa de festejos do Natal dinamizado por aquela entidade, no sentido de cativar as pessoas a visitar aquela área histórica e promover o comércio tradicional. Para o grupo da APCC, será a sua terceira atuação em nome próprio em Coimbra, depois de se terem apresentado no Conservatório de Música de Coimbra, em 2015, e no Auditório da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, por ocasião do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, no ano passado.

Os Ligados às Máquinas tocaram também já no Porto, Mealhada, Aveiro, Seia, Condeixa, Viseu, Penela, Cantanhede e Oliveira de Frades, além de terem participado em projetos colaborativos como a orquestra comunitária ‘Nós 19’ e com os alunos do Curso Profissional de Jazz do Conservatório de Música de Coimbra. São um projeto musical de originais, criados com recurso à utilização de samples sonoros, escolhidos e recolhidos pelos seus membros.

O grupo é dirigido pelo professor de música Paulo Jacob, no âmbito da atividade do Departamento de Música da APCC, sendo atualmente constituído por Andreia Matos, António Abreu, Fátima Pinho, Hélia Maia, Jorge Arromba, José Miguel Morgado, Luís Capela, Pedro Falcão e Sérgio Felício.

A música faz parte do quotidiano da APCC, onde se atua ao nível da musicoterapia, educação musical adaptada e expressão musical adaptada, além de serem dinamizados vários grupos, que percorrem estilos que vão da música experimental ao pop/rock ou à música tradicional portuguesa. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=163.