APCC lança campanha de crowdfunding para apoiar equipa de râguebi!

A APCC acaba de lançar uma campanha de crowdfunding, que permitirá a qualquer pessoa apoiar a equipa de râguebi da instituição e o projeto Line Break – Inclusive Rugby, desenvolvido em parceria com o Comité Regional de Rugby do Centro (CRRC) e que visa criar um movimento verdadeiramente inclusivo, a nível nacional, inspirado em alguns dos valores habitualmente associados àquela modalidade.

A iniciativa tem como objetivo direto a aquisição de equipamentos (camisolas, calções e meias de jogo, fatos de treino, t-shirts e mochilas, bem como a respetiva estampagem de emblemas e numeração) para os 25 utentes da Associação que constituem a equipa, assim como para o staff técnico, permitindo-lhes dessa forma apresentar-se em campo, tanto em jogos como em atividades de divulgação, com uma identidade coerente e coesa.

Esta é, portanto, uma oportunidade de apoiar a primeira equipa portuguesa de ‘mixed ability rugby’ – uma vertente da modalidade em que pessoas com deficiência, indistintamente de qual ela possa ser, partilham o campo com outras sem deficiência, numa perspetiva de inclusão que se aplica também à idade, género ou experiência. As contrapartidas previstas podem ir até um convite para participar num treino e lanche ou uma bola autografada pelos atletas.

Todas as recompensas e demais pormenores desta campanha podem ser conhecidos em novobancocrowdfunding.pt/rugby, onde é também possível fazer a sua contribuição (que dá direito ao respetivo recibo de donativo, a ser emitido pela APCC). Esta ação de crowdfunding decorre até ao dia 28 de abril de 2020 e tem o objetivo de angariar um montante mínimo de 3000 euros. Caso esta meta inicial não seja atingida, os fundos angariados serão devolvidos aos apoiantes.

O projeto Line Break – Inclusive Rugby é desenvolvido no sentido de quebrar barreiras no acesso ao desporto, sejam elas originadas por problemas de saúde física ou mental, idade, deficiência ou incapacidade, inatividade prolongada, carências socioeconómicas ou pela simples perceção de «não ser bom o suficiente». Com a liderança da APCC e do CRRC, pretende-se ajudar outras instituições na criação de equipas de râguebi inclusivo, através da capacitação dos seus técnicos com formação específica de componentes técnicas do jogo e da sua adequação à pessoa com deficiência.

O râguebi é uma das várias modalidades desportivas desenvolvidas na APCC – instituição pioneira a nível nacional no desporto para pessoas com deficiência – juntamente com o boccia, a natação ou a tricicleta, entre outras. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=38.