Exposição “Diamonds and Rust” já foi inaugurada e pode ser visitada durante um mês

“Diamonds and Rust” são quatro dezenas de pinturas, da autoria dos utentes da Sala O2 do Centro de Atividades Ocupacionais da APCC, que estarão patentes no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral de Coimbra (Vale das Flores) durante cerca de um mês. Criadas com recurso às técnicas da colagem, relevos, folha de cobre, pintura, ferrugem e stencil, estas obras poderão ser vistas – e adquiridas – de segunda a sexta, das 08H00 às 18H00.

A inauguração teve lugar na passada sexta-feira, perante colaboradores da Associação e os primeiros visitantes, com a presença de Fernando Filipe de Oliveira, presidente da Direção, e António Valente, professor de artes plásticas e responsável pelo projeto SOCRIN – SOCIALMENTE, CRIATIVO e INCLUSIVO, em que esta iniciativa se insere e que procura contribuir para a visibilidade social deste grupo de pessoas.

Ler mais

Um treino sem limites: equipa de râguebi da APCC juntou-se aos mais jovens jogadores da Académica

A equipa de râguebi da APCC esteve ontem presente no último treino da época das camadas jovens da Associação Académica de Coimbra, para mais uma ação de divulgação da vertente de ‘mixed ability rugby’, de que é a única praticante no país. Os utentes da instituição partilharam o campo com os jovens jogadores dos ‘Pretos’, em particular os sub-12, mostrando as especificidades da sua forma de jogar a modalidade, trocando dicas com os mais pequenos e proporcionando momentos de pura confraternização sem limites.

Quem também participou nos diversos exercícios foi Manuel Picão, capitão da Académica, que forma, com Mariana Marques (Agrária), a dupla de padrinhos desta equipa. O internacional português pôde observar por si próprio o progresso já alcançado pelos jogadores da APCC desde que este projeto foi apresentado publicamente, no passado mês de abril, mas não se coibiu de dar alguns conselhos preciosos para que possam chegar ainda mais longe.

Ler mais

Exposição “Diamonds and Rust” é inaugurada a 21 de junho, no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral

“Diamonds and Rust” é o nome da nova exposição dos utentes da Sala O2 da APCC, que vai ser inaugurada no dia 21 de junho, pelas 11H00, no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral de Coimbra (Vale das Flores). São cerca de quatro dezenas de pinturas, da autoria das pessoas que frequentam aquela resposta do Centro de Atividades Ocupacionais da instituição, criadas com recurso às técnicas da colagem, relevos, folha de cobre, pintura, ferrugem e stencil.

Trata-se de uma iniciativa que, ‘roubando’ o nome a uma canção de Joan Baez, tenta suscitar em cada visitante uma interpelação de ideias pré-concebidas em torno dos conceitos de beleza e fealdade. Estendendo a metáfora para o processo criativo que originou este conjunto de trabalhos, procura-se mostrar como uma realidade mais áspera e suja (a ‘ferrugem’ do título) pode levar ao brilho e à luz (os ‘diamantes’ que são cada um dos utentes envolvidos e as suas obras).

Ler mais

Mais oito recordes pessoais para os nadadores da APCC (já ultrapassaram a meia centena esta época!)

Há duas razões para, nos últimos tempos, andarmos a fazer tantas contas aos recordes pessoais batidos pelos nadadores da APCC ao longo do último ano: a primeira é que a época 2018/2019 está cada vez mais perto do final (falta só uma prova) e essa é uma circunstância propensa a balanços; a segunda é que não conseguimos deixar de ficar impressionados com as sucessivas demonstrações de superação dos nossos atletas.

E, no passado domingo, isso voltou a acontecer… No I Torneio de Natação Cruz de Santiago, disputado em Coimbra, foram alcançadas oito novas melhores marcas pessoais, com quase todos os nadadores – participaram a Bárbara Gomes, a Carolina Lourenço, o Joel Pereira, o José Costa, a Matilde Gaspar e o Ruben Santos – a conseguirem estabelecer pelo menos um novo recorde!

Foi u...

Ler mais

Duas medalhas (e um título de campeão nacional) para a APCC no Nacional de Boccia de Individuais

A revalidação do título de campeão nacional por António Marques e a conquista de uma medalha de bronze por Hélia Maia foram os principais destaques da participação da APCC no Campeonato Nacional de Boccia – Individuais, que se disputou no passado fim de semana, mas não foram os únicos! Desde logo, merece elogios o elevado número de atletas que conseguiu o apuramento para esta prova: nada mais, nada menos, do que oito!

Assim, vestiram as cores da APCC em Torres Novas os seguintes jogadores: António Marques, Rui Gomes (classe BC1), Hélia Maia, Maria Inês Rodrigues (BC2), Liliana Ferreira, Raquel Miranda, Ricardo Ferreira (BC3) e Diogo Sacramento (BC4). Todos se entregaram às suas partidas com grande atitude e mostraram merecer o seu lugar entre a elite do boccia nacional.

Ler mais