Três meses e muitas mudanças depois: jovens utentes da APCC fazem balanço extremamente positivo da formação internacional “Change Your Attitude”

Em fevereiro, três jovens utentes da APCC estiveram durante uma semana em Gánt, na Hungria, onde participaram no curso de formação internacional “Change Your Attitude”. Três meses depois, na altura de fazer um balanço, são unânimes: a experiência valeu a pena e contribuiu para algumas mudanças nas suas vidas.

Ivo Rodrigues, que completou na Associação um curso de formação profissional em Informática e foi agora um dos escolhidos para participar neste projeto, é particularmente enfático: «Mudou a minha forma de agir, porque inicialmente eu só me ‘conhecia’ a mim com deficiência, mas agora, e depois de ter participado neste programa, fiquei a conhecer um pouco mais sobre o mundo da deficiência e de quem vive com ela».

Outro dos participantes, André Vitorino (que é acompanhado na APCC desde bebé), vinca a ideia de que as aprendizagens feitas levaram a mudanças sobretudo em si próprio. «Mais do que aprender a conhecer outras culturas e ideias, aprendi a conhecer-me a mim mesmo. Eu vivia no meu pequeno mundo, onde sempre quis ser igual aos outros. Agora vivo orgulhoso, diferente neste enorme mundo onde ‘diversidade’ é palavra de ordem», afirma.

O objetivo principal desta formação “Change Your Attitude foi promover a inclusão na sociedade de jovens com deficiência, com base numa experiência de voluntariado e de acordo com o Movimento de Vida Independente. Paula Rita Matos, que também é seguida na APCC desde o nascimento e que foi a terceira dos utentes a fazer o curso, confirma que a mudança foi efetiva: «Este programa fez com que me desafiasse e conhecesse os meus limites. Aprendi mais acerca da deficiência e como lidar com os diferentes tipos».

Fernanda Maurício, responsável pelo Gabinete de Voluntariado da APCC e que acompanhou o grupo, pôde assistir a estas transformações, não só durante o tempo passado na Hungria, mas também ao longo dos últimos meses. É por isso que afirma que «a grande oportunidade deste projeto foi poder constatar mais uma vez que as grandes barreiras continuam a existir apenas nas nossas cabeças e não em questões ou problemas efetivos». E fala ela própria de outra mudança: «Deixamos de gastar a palavra incapacidade e começamos a limar a palavra habilidade».

Algumas destas conclusões foram já apresentadas pelo André, a Paula e o Ivo, durante uma sessão dirigida a colaboradores da APCC, que decorreu em março, no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral. Foi um momento particularmente relevante para a disseminação dos objetivos do programa, até porque compreender as expetativas e perceções das pessoas com deficiência deve ser parte integrante das preocupações dos técnicos e dos cuidadores.

O projeto “Change Your Attitude” permite que todos os envolvidos (jovens com ou sem incapacidades) adquiram conhecimento sobre vida independente, formulação concreta de objetivos, tolerância, assertividade, competências e instrumentos de comunicação, bem como gestão de stress, tempo e projetos. A participação de jovens portugueses no realizado na Hungria, juntamente com outros 21 jovens de diversos países europeus, foi dinamizada pela Associação Spin para o Intercâmbio, Formação e Cooperação entre os Povos.

Trata-se de uma organização sem fins lucrativos, sediada em Lisboa e de âmbito nacional, que tem como objetivo fundamental a realização de programas de mobilidade internacional para jovens. A Associação Spin é um parceiro regular da APCC, em particular através do Gabinete de Voluntariado, dado que ambas as instituições desenvolvem um projeto de Serviço Voluntário Europeu. Na APCC, o projeto chama-se “Holding Hands With Other Abilities” e trouxe já a Portugal mais de três dezenas de jovens oriundos de diversos países europeus.

160608_APCC_ChangeYourAttitude