Há uma menina (que continua) a comprar poetas e que leva na mala a APCC

No ano passado, houve uma menina que percorreu diversas bibliotecas escolares e municipais da região Centro e que falou com centenas de alunos do 3º ciclo do ensino básico, com o propósito único de comprar um poeta. Agora, ela meteu de novo os pés ao caminho e reiniciou um périplo que a está a levar a outros destinos, mas com a mesma ideia em mente e uma espécie de mote: a poesia transforma as nossas vidas.

Consigo, esta menina – que é, na realidade, a atriz, encenadora e professora Adriana Campos – continua a levar um pouco da APCC: livros, boiões e caixas ‘feitos’ de poesia e feitos pelos membros do grupo de teatro Sala T, constituído por utentes da instituição. Com a direção e o contributo imprescindível de Mariana Nunes, que integra também a equipa artística deste espetáculo, construíram-se verdadeiras metáforas de vidro e explosões polissémicas de papel.

Estes adereços são o suporte material para uma viagem sustentada pela imaginação e inspirada pelo livro “Vamos Comprar um Poeta”, de Afonso Cruz, que dá mesmo nome ao espetáculo. Depois de paragens em Tondela, Coimbra, Anadia, Penacova e Condeixa, em 2018, passou por Carregal do Sal, Cabanas de Viriato e Canas de Senhorim, já este ano. Esta semana haverá quatro sessões, em Nelas, mas as apresentações continuarão até abril.

Este projeto havia já dado origem, também com a colaboração da APCC, a uma Loja de Vender Poetas que, em maio do ano passado, esteve aberta na Baixa de Coimbra por um período de tempo limitado e que foi um (temporário) lugar para fazer aquilo que o seu nome prenunciava, mas também para descobrir a poesia dentro de cada um ou as vantagens de ser inutilista. A dinamização e gestão do espaço ficou então por conta dos elementos do Projeto Estúdio, outro grupo de teatro da Associação, de que Adriana Campos é encenadora.

“Vamos comprar um poeta” é um projeto apoiado no âmbito do concurso de Apoio à Circulação de Espetáculos 2017 da Fundação GDA e conta com a parceria da APCC, da Rede de Bibliotecas Escolares e de vários municípios, escolas e outras entidades da região Centro.

O teatro é parte integrante da resposta da APCC no âmbito das atividades ocupacionais e uma das várias áreas artísticas desenvolvidas na instituição, contando com dois grupos ativos e aulas de expressão dramática. Pode conhecer a oferta completa do Centro de Atividades Ocupacionais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=247.