fbpx

Música

Semp’a Bombar vão marcar o ritmo na Romaria do Espírito Santo

Com a Freguesia de Santo António dos Olivais em festa, a Romaria do Espírito Santo vai ter um dia particularmente cheio de ritmo… Será a 10 de junho, com os Semp’a Bombar – o grupo de bombos da APCC – a levarem a sua contagiante energia ao Largo dos Olivais a partir das 19H00! Será um final de tarde em que a música tradicional portuguesa e o som profundo, grave e ressonante dos bombos de Silvares estarão no centro das atenções. Serão, literalmente, os bombos da festa!

A animação será comandada pelo professor de música Tiago Silva e do repertório fará certamente parte a “Cantiga do Bombo” ou “Oliveira da Serra”, com que os Semp’a Bombar nunca deixam de brindar as suas plateias. Mas para saber mais e até ser surpreendido com versões únicas de canções de muitos outros estilos e latitudes, terá mesmo de marcar presença. Vai valer a pena!

Ler mais

5ª Punkada em junho: do Montijo a Barcelos, com canções novas na bagagem!

Em contagem decrescente para o lançamento do seu segundo disco – falta mesmo muito pouco… – os 5ª Punkada vão, em junho, do norte ao sul de Portugal, para dois concertos onde darão a conhecer algumas das canções que irão integrar o sucessor de “Somos Punks ou Não?”, mas também os temas mais conhecidos de uma carreira já com mais de três décadas.

A primeira dessas datas é já na próxima sexta-feira, 7 de junho, no Montijo. Na Casa da Música Jorge Peixinho, a banda pop/rock da APCC vai atuar com o janelão do Auditório aberto, com os seus elementos virados para o Jardim das Nascentes, numa presumível noite quente de verão. Tem tudo para ser inesquecível! Duas semanas depois, no dia 21, o grupo viaja até Barcelos. No Theatro Gil Vicente, a ‘receita’ volta a ser «Pôr toda a gente a dançar e iniciar uma revolução!»

Ler mais

Documentário sobre digressão europeia dos 5ª Punkada vence secção IndieMusic do festival IndieLisboa!

A busca pela liberdade, a força imensurável do espírito humano, vontade de fazer, de criar e de partilhar com outros. Esta poderia ser uma descrição do que têm sido 30 anos de carreira dos 5ª Punkada, mas faz antes parte da justificação do júri do IndieLisboa para atribuir a “Com amor, Medo” – o documentário de Telmo Soares sobre a digressão europeia que a banda pop/rock da APCC realizou em 2023 – o Prémio IndieMusic da edição deste ano daquele festival internacional de cinema.

O anúncio foi feito no passado sábado, tendo o filme sido destacado ainda pela «sua estética, pela beleza da filmagem e enquadramentos que revelam maturidade artística atrás da câmara». Concorrendo numa secção que foca a ligação entre o cinema e a música, “Com amor, Medo” foi ainda aplaudido enquanto exemplo da «música como ato incessante de coragem num mundo de obstáculos contínuos» e prova de que «com a força do rock, atitude punk e muito amor, tudo é possível»!

Ler mais

5ª Punkada vão atuar no Festival Nereida, numa noite em que Coimbra vai ser sinónimo de punk rock

Depois de, no ano passado, terem feito parte da história do Luna Fest, ao participar na primeira edição de sempre daquele festival nascido e criado em Coimbra, os 5ª Punkada voltam agora a andar às voltas no espaço sem sair da sua cidade… Isto porque, no próximo dia 30 de maio, vão atuar no Nereida, que se vai realizar no Jardim da Sereia e marcará o arranque de um conjunto de eventos culturais e musicais que antecipam e permitem fazer o ‘aquecimento’ para o Luna Fest 2024.

Será uma noite de verdadeiro punk rock, na música, mas sobretudo na atitude insubmissa e inconformada dos protagonistas: além dos 5ª Punkada, atuarão também os explosivos The Parkisons. E isto significa que haverá dose dupla de Victor Torpedo: como membro da trupe que partiu de Coimbra para ‘incendiar’ Londres e como convidado já indispensável da banda pop/rock da APCC, em cujo disco de estreia participou e com quem não tem parado de tocar desde então.

Ler mais

5ª Punkada na Covilhã, para atuar no âmbito do mais antigo festival de arte urbana de Portugal

Em abril, quem quiser ver os 5ª Punkada ao vivo poderá ir até à Covilhã no dia 21 (ou até chegar mais cedo, no dia anterior) e aproveitar para participar nas diversas atividades promovidas pelo Wool – Covilhã Arte Urbana que decorrem nessa data… Porque a atuação da banda pop/rock da APCC está inserida na celebração de um programa criado pela organização daquele festival para fazer cumprir o direito de todos os cidadãos, sem exceção, à fruição e criação cultural.

Assim, o concerto dos 5ª Punkada terá lugar no Teatro Municipal da Covilhã, a partir das 18H00, sendo certo que do alinhamento farão parte temas do disco de estreia de 2021, “Somos Punks ou Não?”, mas também do novo trabalho que está a ser ultimado e será editado pela Omnichord, ainda este ano. Outra certeza é a de que o repto será o de sempre: Pôr toda a gente a dançar e iniciar uma revolução! A entrada é gratuita, mediante levantamento dos bilhetes no local.

No me...

Ler mais