fbpx

Lar de Apoio: não faltou comida saudável e muita amizade no Dia da Alimentação

Não vamos mentir: para os utentes do Lar de Apoio da APCC, todos os motivos são bons para fazer atividades divertidas e fora da rotina, mas se a isso pudermos juntar uma aprendizagem positiva, que permita melhorar a qualidade de vida, estamos a falar de juntar o melhor de dois mundos. E, com um pretexto tão bom como o Dia Mundial da Alimentação, no passado sábado, está bom de ver que houve comida (particularmente) saudável e confecionada em equipa!

A receita escolhida foi uma deliciosa massa de atum com legumes e, mesmo com o mais novo dos ‘chefs’ tendo apenas 9 anos, todos tiveram um papel decisivo para o verdadeiro triunfo de sabor que dali resultou. Só não temos a certeza do que estes residentes do Lar de Apoio gostaram mais: da preparação ou da oportunidade de partilhar uma fantástica refeição temperada com muita amizade (bem, sabemos ainda assim que talvez a parte de arrumar a cozinha tenho sido a menos apreciada)…

O Dia...

Ler mais

Outubro é o Mês da Paralisia Cerebral na APCC, que convida a comunidade a partilhar os motivos para lutar por mudanças

Aproveitando a convergência no mês de outubro do Dia Mundial e do Dia Nacional da Paralisia Cerebral (dias 6 e 20, respetivamente), a APCC vai fazer deste o ‘Mês da Paralisia Cerebral’. Tomando o mote deste ano do Dia Mundial – Milhões de motivos – vimos desafiar a comunidade a encontrar connosco motivos para falar de paralisia cerebral. Porque cada pessoa que vive com paralisia cerebral é um motivo para lutar por mudanças.

Até ao dia 31 de outubro, pretendemos recolher frases com os motivos de cada um para se manifestar neste Mês da Paralisia Cerebral… Podem ser reflexões, experiências, memórias, reivindicações ou quaisquer outras formas que cada um escolha para partilhar. E podem vir de pessoas com paralisia cerebral, familiares, amigos, profissionais da área, ou de qualquer outra pessoa ou entidade que queira, simplesmente, juntar-se a esta iniciativa por uma sociedade mais inclusiva.

Podem fazer-nos chegar o(s) v...

Ler mais

Há uma viagem-espetáculo a ser criada em Coimbra e a APCC faz parte dela

Nascido da iniciativa do coletivo Há Baixa, “Imenso” é uma viagem-espetáculo, a estrear em abril de 2022, em Coimbra, que toma a cadeira de rodas e a cadeira como objetos simbólicos para desenvolver a atenção sobre quem não pode sair de uma cadeira e quem a usa como lugar do dizer artístico. Convidada a APCC a aliar-se a esta produção, que pretende lembrar que a deficiência é também um lugar de poder, de desejo e de comunicação de uma condição que deve deixar a sua invisibilidade e indiferença, a resposta só podia ter sido positiva.

Assim, a instituição está representada no elenco do espetáculo, através de utentes de diferentes áreas no domínio das artes, nomeadamente música, teatro e artes plásticas. Os ensaios tiveram início no passado domingo, no Convento São Francisco, naquilo que foi o início de um processo de criação que decorrerá ao longo de vários meses, com sessões curtas previstas para os próximos meses de dezembro e janeiro, bem como uma outra mais longa, de uma semana, no mês da estreia.

Ler mais

A primeira vez a ‘voar’: APCC e projeto “RunFree” proporcionaram estreia na tricicleta a uma dezena de crianças

Cerca de dez crianças e jovens entre os 4 e os 13 anos, utentes de várias respostas da APCC, experimentaram pela primeira vez, no último sábado, as sensações de correr numa tricicleta, durante o evento “Corro com Asas nos Pés”, que teve lugar na pista de atletismo do Estádio Cidade de Coimbra. E, apesar da inexperiência dos participantes, a única coisa difícil foi mesmo ter de ir embora!… O entusiasmo foi tal, que até alguns dos familiares presentes – bem como as nossas voluntárias europeias – não perderam a oportunidade de fazer umas corridas!

A verdade é que ninguém conseguiu ficar parado e, fazendo jus ao nome do encontro, não faltou quem ‘voasse’ com a liberdade proporcionada pela tricicleta – que é o nome do veículo, mas também de uma disciplina em que se corre com os pés, sentado num equipamento com três rodas e três apoios. Trata-se de uma vertente do atletismo adaptado dirigida a pessoas com paralisia cerebral e deficiências motoras que afetem o movimento ou o equilíbrio, que se desloquem em cadeira de rodas ou que não tenham uma corrida funcional a pé.

Mas a...

Ler mais

Primeiro foi a estreia online, mas agora o álbum de histórias do espetáculo “mim” está a ser aberto para os utentes da APCC

Foi em dezembro do ano passado que “Mim”, um álbum de histórias em forma de espetáculo, se deu a conhecer. Apesar de isso ter acontecido em formato online, dadas as contingências do tempo que então se vivia, esta criação do coletivo Sala T (um dos dois grupos de teatro da APCC) foi desde o início pensada para ser apresentada ao público. E foi isso que, ontem, pôde finalmente acontecer pela primeira vez, com o elenco e a professora de teatro Mariana Nunes a convidarem para a Sala do Teatro da Quinta da Conraria um grupo de utentes da Associação.

Ao vivo e tão perto dos protagonistas quanto possível, viram serem abertas as portas dos armários daquele espaço e revelados todos os objetos e histórias – pessoais e sobre a instituição – que neles se guardam. São histórias de pessoas que todos ali conhecem e até alguns dos episódios dramatizados seriam reconhecíveis, mas as formas de contar trouxeram novas cores (e sons!) que a plateia absorveu com toda a atenção.

Ler mais