fbpx

É para marcar já na agenda: “Coimbra a Brincar” volta nos dias 28 e 29 de maio de 2023!

A edição de 2023 do “Coimbra a Brincar” já começou! Bem, pelo menos a brincadeira já teve inicio – tanto quanto aquelas partes sérias que permitem que seja possível reunir muitas e muitas atividades divertidas e para todos… É que esta semana teve lugar a reunião de parceiros que marca o arranque da grande festa do brincar do próximo ano e que tomou a primeira grande decisão: 28 e 29 de maio são as datas do próximo “Coimbra a Brincar”.

Vamos só dar algum tempo para que anotem já estes dias nas vossas agendas… Ok, agora que já o fizeram, podemos explicar que o programa começou já a ser definido por cada uma das entidades e empresas que se associam à APCC na organização deste evento e que contamos iniciar o ano com novidades sobre isso. O que podemos garantir é que as atividades serão mais uma vez gratuitas e dirigidas a todas as idades, até porque o brincar intergeracional continuará a ser o grande propósito do “Coimbra a Brincar”!

Entretanto,...

Ler mais

Ministro da Cultura quis conhecer os 5ª Punkada e acabou a cumprir sonho antigo

Não foi uma audição, mas o ministro que já sonhou fazer parte de uma banda tocou ontem com uma das melhores… Pedro Adão e Silva, titular da pasta da Cultura, esteve na Quinta da Conraria para assistir a um ensaio dos 5ª Punkada e, desafiado pelos membros do grupo pop/rock da APCC, aventurou-se a uma colaboração no tema “Blues da Quinta”, tocando o soundbeam habitualmente a cargo do vocalista Fausto Sousa.

Foi um dos momentos altos de uma visita – integrada no programa de percursos temáticos “Cultura que somos”, com que aquele governante pretende dar voz à realidade cultural portuguesa – em que até foi possível ouvir a mais recente canção dos 5ª Punkada, “Diante de Mim”, composta há menos de uma semana. Perante um público em que se encontravam diversos responsáveis políticos e do setor das artes, bem como jornalistas, a banda foi igual a si própria, fazendo jus à sua espécie de lema: Pôr toda a gente a dançar e iniciar uma revolução!

A oca...

Ler mais

Sandra Semedo representa Portugal nos Jogos Mundiais da IWAS

A triciclista Sandra Semedo vai marcar presença nos Jogos Mundiais da IWAS, que decorrerão de 23 a 29 de novembro, em Vila Real de Santo António. Será o seu regresso a provas internacionais – genericamente suspensas desde o início da pandemia da Covid-19 – três anos depois da participação no Campeonato do Mundo de Para-Atletismo.

A atleta da APCC, que estará acompanhada por Ana Nunes, treinadora da instituição e selecionadora nacional de tricicleta, participará nas provas de 100, 200, 400 e 800 metros. Irá em busca de enriquecer ainda mais um palmarés onde constam já 12 medalhas continentais e intercontinentais: oito na Taça Internacional/Campeonato do Mundo de Tricicleta e quatro nos Jogos Mundiais da Paralisia Cerebral.

Ler mais

Tudo em família: boccia da APCC no Regional BC3 e cada vez mais reforçado!

Cada nova época desportiva traz novas sensações e emoções redobradas e a atual temporada do boccia na APCC não é exceção. Aliás, é particularmente especial, porque vai contar com ‘reforços’ de fazer disparar as manchetes! É que, em 2022/2023, o envolvimento das famílias vai ser ainda maior, porque está a aumentar o número daqueles que são também parceiros de competição dos jogadores da Associação!

Veja-se o caso da 1.ª volta do Campeonato Regional de Boccia BC3 (Zonas Centro, Sul e Ilhas), disputada no último fim de semana, em que o José Miguel Morgado e a Raquel Miranda tiveram pela primeira vez familiares como acompanhantes desportivos – o mesmo aconteceu também com os ‘repetentes’ Ana Laura Ferreira e Mariana Silva (a equipa ficou completa com a participação ainda do Ricardo Ferreira).

Ler mais

Tanto que havia dentro da caixinha vermelha do Projeto Estúdio…

O que cabe na caixinha vermelha do Projeto Estúdio? Foi essa descoberta que fez, no passado sábado (19 de novembro), quem se deslocou à Faz de Conto – na verdade, a uma sala por cima daquela livraria, para que todos pudessem participar nessa demanda – e assistiu ao espetáculo-oficina “Queres que te conte o conto da caixinha vermelha?”, que aquele grupo teatral da APCC criou a partir do livro “O último contador de histórias”, de Isabel Peixeiro.

Não vamos revelar o que cada um encontrou dentro daquela caixa de cor vibrante que foi passada de mão em mão, até porque quem quiser mesmo saber só precisa de imaginar. Mas podemos contar que, ao longo da manhã, todos se deixaram embalar e escutaram o muito que havia para saber sobre uma menina e o seu avô que não deixava nenhum dia terminar sem uma história…

E afi...

Ler mais