fbpx

Todos a bordo! Crianças do Jardim de Infância e da Escola Básica embarcaram no Comboio do Património para descobrir a Cidade!

Uma emocionante viagem, com partida de Santa Clara e passagem pelos principais pontos históricos e vistas mais deslumbrantes da cidade de Coimbra… É essa a experiência proposta pelo Comboio do Património, que as crianças do Jardim de Infância e da Escola Básica da APCC puderam viver anteontem! E foram tantas coisas para ver – algumas, pela primeira vez – que é difícil dizer quais fizeram brilhar mais intensamente os olhos de cada uma!

Entre a história e as estórias dos mosteiros de Santa Clara-a-Velha e Santa Cruz, o Museu Nacional de Machado de Castro e a Sé Nova, as vivências estudantis suscitadas pelo vislumbre da Universidade, da Associação Académica de Coimbra e de várias Repúblicas, as memórias de manhãs e tardes passadas no Jardim da Manga e no Jardim da Sereia ou o f...

Ler mais

5ª Punkada em junho: do Montijo a Barcelos, com canções novas na bagagem!

Em contagem decrescente para o lançamento do seu segundo disco – falta mesmo muito pouco… – os 5ª Punkada vão, em junho, do norte ao sul de Portugal, para dois concertos onde darão a conhecer algumas das canções que irão integrar o sucessor de “Somos Punks ou Não?”, mas também os temas mais conhecidos de uma carreira já com mais de três décadas.

A primeira dessas datas é já na próxima sexta-feira, 7 de junho, no Montijo. Na Casa da Música Jorge Peixinho, a banda pop/rock da APCC vai atuar com o janelão do Auditório aberto, com os seus elementos virados para o Jardim das Nascentes, numa presumível noite quente de verão. Tem tudo para ser inesquecível! Duas semanas depois, no dia 21, o grupo viaja até Barcelos. No Theatro Gil Vicente, a ‘receita’ volta a ser «Pôr toda a gente a dançar e iniciar uma revolução!»

Ler mais

Documentário sobre digressão europeia dos 5ª Punkada vence secção IndieMusic do festival IndieLisboa!

A busca pela liberdade, a força imensurável do espírito humano, vontade de fazer, de criar e de partilhar com outros. Esta poderia ser uma descrição do que têm sido 30 anos de carreira dos 5ª Punkada, mas faz antes parte da justificação do júri do IndieLisboa para atribuir a “Com amor, Medo” – o documentário de Telmo Soares sobre a digressão europeia que a banda pop/rock da APCC realizou em 2023 – o Prémio IndieMusic da edição deste ano daquele festival internacional de cinema.

O anúncio foi feito no passado sábado, tendo o filme sido destacado ainda pela «sua estética, pela beleza da filmagem e enquadramentos que revelam maturidade artística atrás da câmara». Concorrendo numa secção que foca a ligação entre o cinema e a música, “Com amor, Medo” foi ainda aplaudido enquanto exemplo da «música como ato incessante de coragem num mundo de obstáculos contínuos» e prova de que «com a força do rock, atitude punk e muito amor, tudo é possível»!

Ler mais

Cafetaria da Casa da Mutualidade: parceria entre APCC e A Previdência Portuguesa premiada pela União das Mutualidades

A Cafetaria da Casa da Mutualidade, uma parceria entre a APCC e A Previdência Portuguesa, venceu o Prémio Inovar para Melhorar, atribuído pela União das Mutualidades Portuguesas e que reconhece iniciativas inovadoras que fortalecem o mutualismo e a economia social. Foi, assim, distinguido o caráter pioneiro do projeto e a sua relevância em áreas como a inclusão, a inserção laboral e a inovação e a responsabilidade sociais.

A atribuição deste prémio – que decorreu no final da passada semana, durante o XIV Congresso Nacional do Mutualismo – vem ainda reforçar o potencial existente na colaboração entre diferentes entidades. Que já permitiu, neste caso concreto, garantir uma nova oferta na Cidade e contribuir para dar uma nova vida à Baixa, ao mesmo tempo que é enviada uma mensagem clara à sociedade sobre a importância de criar oportunidades para a participação social das pessoas com deficiência.

Ler mais

A maior edição de sempre do “Coimbra a Brincar” provocou duas enchentes de brincalhões e, sobretudo, de alegria!

Será que, ao fim de 12 edições, o “Coimbra a Brincar” ainda consegue surpreender? Na verdade, já todos sabem mais ou menos o que vão encontrar: muitas atividades sem limite de idade, completamente gratuitas e com uma enorme capacidade de provocar sorrisos. Mas, de ano para ano, esses sorrisos parecem ser cada vez maiores e mais contagiosos. E nunca como na edição de 2024 isso foi tão evidente, com a margem direita do Parque Verde a ser ‘inundada’ por brincalhões nos dois dias do evento!

Foram milhares de pessoas, de diferentes idades, origens e condições, mas todas altamente empenhadas em brincar! E ouvimos de tudo: os que preferiram os jogos ampliados, os que ficaram horas e horas no insuflável, os que adoraram os cavalos, os que festejaram por cada bola enfiada no cesto, os que não resistiram aos robôs, os que vibraram com os brinquedos tradicionais, os que não pararam de dançar – mas entre estas e muitas outras brincadeiras, a maior falange foi mesmo as dos que simplesmente não conseguiram escolher uma brincadeira preferida!

Ler mais