fbpx

Centro de Reabilitação

Equipas interdisciplinares da APCC realizaram sessão de formação para o Agrupamento de Escolas da Mealhada

Elementos das equipas de Coimbra I e Aveiro II do Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral da APCC estiveram, no final da passada semana, na Escola Secundária da Mealhada, para uma formação dirigida a dirigentes, professores, professores do ensino especial e assistentes operacionais do Agrupamento de Escolas daquele município. Foi mais uma das várias ações deste género que estas equipas interdisciplinares realizam ao longo do ano, no sentido de facilitar a inserção escolar de utentes acompanhados pela Associação.

Na presença de 29 profissionais, foram abordados temas relacionados com a paralisia cerebral, habilitação e reabilitação, inclusão, prestação de cuidados ou a interação com as famílias, entre outros. No início do próximo ano letivo, este grupo de técnicos da APCC estará de regresso, para avaliar em concreto a situação das duas estudantes do 2º ciclo do ensino básico cuja integração no Agrupamento de Escolas da Mealhada foi o motivo próximo para esta ação.

Ler mais

As fenomenais crianças da APCC receberam duas visitas inesperadas (uma foi o Pai Natal e a outra não foi menos surpreendente)

O Natal é sempre uma época muito aguardada no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral, com as crianças da Escola Básica, do Jardim de Infância e do semi-internato no centro de todas as atenções, enquanto familiares, professores, auxiliares e outros profissionais e voluntários da APCC se juntam para uma grande festa. Este ano, escusado será dizer, não foi possível cumprir essa tradição, mas isso não quer dizer que o Pai Natal não tenha ido ao Vale das Flores…

No final da semana passada, foi essa inesperada visita que entrou pelas portas das salas de aula, perante o entusiasmo contagiante dos mais novos e a emoção indisfarçável dos mais crescidos. Houve presentes, pois claro, mensagens de esperança e muitos sorrisos. Afinal de contas, quem não gosta de uma boa surpresa, sobretudo quando feita com enorme carinho e alegria?

Aliás...

Ler mais

Hipoterapia/Equitação Terapêutica: inscrições já abertas para formação em junho e julho [SUSPENSO]

O próximo curso de formação em hipoterapia/equitação terapêutica organizado pela APCC já tem datas marcadas (entre 29 de junho e 3 de julho) e as inscrições estão abertas. O objetivo desta iniciativa é dotar os formandos de conhecimentos teóricos e práticos básicos sobre o cavalo (terminologia, comportamento e diferentes andamentos) e as diferentes abordagens possíveis (hipoterapia, equitação terapêutica, equitação adaptada, desporto e lazer, etc.)

Trata-se de um curso dirigido a profissionais das áreas social, da saúde e da educação, profissionais do domínio equestre, estudantes e todos os que pretendem integrar equipas multidisciplinares na habilitação de pessoas em situação de desvantagem. As sessões decorrerão totalmente em ambiente equestre, na Quinta da Conraria (Ceira), e com uma forte componente prática.

Ler mais

Carnaval do Centro de Reabilitação começou no País dos Brinquedos e foi até à Lua a fugir do tubarão (e outras saudáveis loucuras)

E ainda no capítulo de “Carnavais que são para levar muito a sério”, o que dizer do desfile do Centro de Reabilitação da APCC? Em boa verdade, já temos uma noção daquilo com que contar, mas cada ano é uma nova emoção: as crianças do Jardim de Infância e da Escola Básica abrem o concurso com muita cor e alegria e, quando seria razoável que as coisas acalmassem um pouco, colaboradores e voluntários levam a espetacularidade cénica e a loucura saudável a níveis inimagináveis!

Foi isso que voltou a suceder na tarde da passada sexta-feira, com o Noddy e os seus amigos a liderar o corso carnavalesco, vindo depois no seu encalço uns Irmãos Metralha e uns agentes da autoridade tão animados que, se o excesso de diversão fosse crime, teria sido necessário meter todos na prisão! Depois… bem, depois foi uma sucessão de cientistas malucos, exploradores espaciais, surfistas receosos (e um tubarão bastante amigável), canídeos com muita pinta, gaiteiras cozinheiras, artistas circenses, um gangue mafioso e até alguns cachos de uva!

Houve teve tanto ...

Ler mais

Há uma dinâmica nova na Ludoteca da APCC e é de chorar e rir (e muito mais!)

Começa com uma pergunta: “Como te sentes hoje?” As hipóteses são quatro – feliz, triste, zangado, assustado – mas a conversa dá espaço a que cada um explique o que está a sentir agora, que está ali à porta d’”O Dragão Brincalhão” e lhe é dito que vai fazer uma viagem pelas emoções… A nova dinâmica da Ludoteca da APCC chama-se “Chorar ou rir, as emoções vou sentir” e é uma espécie de grande aventura em que todos encontram espaço para pensar, mas também brincar, sobre o que de mais profundo existe em cada um.

A estreia aconteceu ontem e os primeiros a viajar até uma ilha habitada por muitos e diferentes sentimentos (podemos revelar que o Amor é o protagonista de uma autêntica epopeia, mas quanto ao resto temos mesmo de guardar segredo…) foram as crianças do Jardim de Infância de São Bento. Coube-lhes, portanto, serem verdadeiros pioneiros da brincadeira, papel que desempenharam com todo o empenho e incontáveis sorrisos!

Depois de j...

Ler mais