fbpx

Projetos

APCC ajuda a aproximar União Europeia e Turquia com projeto na área da deficiência intelectual

Com o objetivo de aumentar a visibilidade social das pessoas com deficiência intelectual e criar uma rede europeia de solidariedade entre instituições, no sentido de promover a sua inclusão e educação, teve recentemente início o projeto “Making the Invisible Visible”, em que a APCC é parceira da organização turca Elazığ Şizofreni Dayanışma Derneği, que trabalha na área da esquizofrenia.

Esta iniciativa, que pretende ainda influenciar as políticas sociais e de emprego da União Europeia, irá envolver diretamente 100 pessoas com deficiência intelectual e 40 famílias, de Portugal e da Turquia, além de profissionais (assistentes pessoais, psicólogos e educadores) de organizações também de ambos os países e de outros membros da União Europeia.

Ler mais

Utentes e técnicos da APCC em formação-piloto de projeto europeu para o empoderamento de jovens com deficiência

O projeto europeu Moonwalk, desenvolvido pela APCC com parceiros da Hungria e Itália e que visa promover o empoderamento de jovens com deficiência, iniciou esta semana uma formação-piloto – com a participação de quatro técnicos e 10 utentes – em que serão abordados temas como a evolução histórica do conceito de deficiência, questões sociais, educação, acessibilidades, ajudas técnicas, formação, empregabilidade, vida independente, comunicação, arte e cultura.

Esta formação, que decorrerá até julho, é uma das atividades a desenvolver no âmbito do projeto no sentido de desenvolver uma metodologia sobre empoderamento, com base em métodos não formais de aprendizagem, procurando identificar e compreender os problemas, as práticas e estratégias individuais que os jovens utilizam, de forma a promover a sua autonomia e participação nos diversos contextos de vida.

Ler mais

Fique a conhecer melhor o projeto MAGISTER e os seus impactos, num balanço feito por responsáveis, formadores e participantes

No âmbito do projeto europeu MAGISTER, que juntou a APCC com parceiros austríacos e romenos e em que se procurou contribuir para aumentar a inclusão social de pessoas afetadas por alguma forma de doença mental, 48 técnicos de Portugal e da Roménia tornaram-se formadores especializados na melhoria dos serviços prestados na área da saúde mental. Este foi um dos resultados diretos daquela iniciativa, que tem agora um momento de balanço, em que participam alguns daqueles profissionais.

Através de um conjunto de testemunhos em vídeo – de José Lopes (direção da APCC), Mário Veríssimo (coordenador do projeto), Fernanda Maurício, Rosa Duarte (formadoras), Ana Cláudia Nogueira, Paula Almeida e Sofia Teixeira (formandas) – o MAGISTER e as experiências e aprendizagens por ele proporcionadas, bem como os seus impactos no exercício profissional dos envolvidos, são abordados de forma a permitir um maior conhecimento sobre o projeto, mas também a suscitar reflexões mais gerais sobre a saúde mental.

Ler mais

Projeto europeu MAGISTER: inscreva-se já para webinar sobre saúde mental

É já depois de amanhã (31 de março) que se realizará o webinar “MAGISTER – Comunidade de aprendizagem para profissionais sobre saúde mental”, em que se fará uma partilha das conclusões do projeto MAGISTER, promovido pela APCC com parceiros da Roménia e da Áustria com o objetivo de contribuir para aumentar a inclusão social de pessoas afetadas por alguma forma de doença mental.

Pretende-se que seja um espaço para partilha de experiências relacionadas com aquele projeto europeu e o seu impacto, mas também de reflexão mais geral sobre a saúde mental. O programa prevê intervenções de José Lopes, da direção da APCC, e dos colaboradores Mário Veríssimo, Fernanda Maurício e Rosa Duarte, bem como de alguns dos profissionais formados neste âmbito.

Ler mais

Projeto MAGISTER e os seus impactos já visíveis foram avaliados em reunião com técnicos portugueses de diversas instituições

O projeto MAGISTER, promovido pela APCC com parceiros da Roménia e da Áustria, teve início em outubro de 2018, num mundo muito diferente daquele em que vivemos agora. Tudo o que aconteceu entretanto, em particular no último ano, mudou profundamente os planos iniciais de desenvolvimento do projeto – obrigando a passar as atividades para um formato online – mas não impediu, por exemplo, que 48 técnicos de Portugal e da Roménia se tenham tornado formadores especializados na melhoria dos serviços prestados na área da saúde mental.

Com o objetivo de fazer um balanço deste percurso, os mais recentes novos formadores portugueses participaram esta semana numa sessão, inevitavelmente online, com responsáveis da APCC, que serviu ainda para uma entrega simbólica dos respetivos certificados. Em discussão, estiveram a importância deste projeto para cada um dos envolvidos, tanto a nível profissional, como pessoal.

Ler mais