fbpx

Música

Já pode ouvir (e ver) “Blues da Quinta”, o primeiro single do primeiro disco dos 5ª Punkada!

“Blues da Quinta” é uma das canções mais antigas do cânone dos 5ª Punkada, remetendo para os primeiros tempos da banda, fundada há já 28 anos. E, a partir de hoje, torna-se também no primeiro single editado pelo coletivo, sendo o tema de avanço para “Somos Punks ou Não?”, o disco de estreia, que será lançado no final do mês. Trata-se de uma canção com ligações diretas à história e ao quotidiano do grupo, referenciando a Quinta da Conraria – em cuja Sala da Música decorrem regularmente os ensaios e são compostas as músicas.

A letra evoca, aliás, as atividades que, no âmbito das dinâmicas da APCC, ali de desenvolvem: é na Quinta da Conraria que estão sediadas diversas valências nos campos da capacitação para a inclusão, o acompanhamento e reabilitação social ou a formação profissional, justificando as palavras «Eu vou para quinta / Trabalhar, estudar / E também cantar».

Ler mais

5ª Punkada e alunos de jazz interpretam ao vivo banda sonora de peça audiovisual sobre os efeitos da pandemia

A APCC e o Conservatório de Música de Coimbra vão apresentar publicamente a peça audiovisual “Pontes Sonoras”, que aborda questões relacionadas com a gestão emocional em tempos de pandemia. Na sessão, que terá lugar no dia 10 de novembro, pelas 14H00, no Auditório do Conservatório, imagens construídas pelos alunos do curso de Artes Visuais da Escola Básica e Secundária da Quinta das Flores e do curso de Dança da Escola Artística do Conservatório acompanharão a interpretação ao vivo da respetiva banda sonora, por membros dos 5ª Punkada (o grupo pop/rock da APCC) e alunos do Curso Profissional de Instrumentista de Jazz.

Esta performance parte de uma sugestão inicial de palavras-chave relacionadas com as emoções em tempo de pandemia, em particular a partir das experiências pessoas dos intervenientes no projeto. Sucessivas camadas de sons e imagens foram sendo acrescentadas e trabalhadas, num verdadeiro diálogo interdisciplinar, envolvendo a música, a eletrónica, as artes plásticas e a dança.

Ler mais

Envolvimento da APCC no projeto europeu “Change2Regard” em destaque em encontro de técnicos franceses sobre inclusão nas práticas artísticas

O musicoterapeuta Paulo Jacob vai participar, hoje, numa conferência dedicada ao tema da inclusão e deficiência nas práticas artísticas. Este encontro, que terá lugar em Paris (França) e em que o coordenador do Departamento de Música da APCC participará através de videoconferência, tem como objetivo facilitar a partilha de experiências, descobrir ferramentas e recursos, mudar as representações sobre deficiência e encontrar práticas musicais inclusivas.

O foco da intervenção de Paulo Jacob será a participação da APCC no projeto internacional “Change 2 Regard”, que procura promover o acesso à cultura para todos e especialmente à prática musical, aplicar uma dinâmica de participação que torne visível um trabalho artístico inspirado por uma abordagem inclusiva e trabalhar a relação entre a inovação técnica e a inovação social. Nesta ocasião, num formato de oficina, serão demonstradas as potencialidades da utilização de instrumentos amplificados e interfaces de ligação (como o BrutBox, Orgue Sensoriel ou SoundBeam) por parte de pessoas com deficiência.

Ler mais

Há uma viagem-espetáculo a ser criada em Coimbra e a APCC faz parte dela

Nascido da iniciativa do coletivo Há Baixa, “Imenso” é uma viagem-espetáculo, a estrear em abril de 2022, em Coimbra, que toma a cadeira de rodas e a cadeira como objetos simbólicos para desenvolver a atenção sobre quem não pode sair de uma cadeira e quem a usa como lugar do dizer artístico. Convidada a APCC a aliar-se a esta produção, que pretende lembrar que a deficiência é também um lugar de poder, de desejo e de comunicação de uma condição que deve deixar a sua invisibilidade e indiferença, a resposta só podia ter sido positiva.

Assim, a instituição está representada no elenco do espetáculo, através de utentes de diferentes áreas no domínio das artes, nomeadamente música, teatro e artes plásticas. Os ensaios tiveram início no passado domingo, no Convento São Francisco, naquilo que foi o início de um processo de criação que decorrerá ao longo de vários meses, com sessões curtas previstas para os próximos meses de dezembro e janeiro, bem como uma outra mais longa, de uma semana, no mês da estreia.

Ler mais

Punk(ada)’s not dead, ou a contagem decrescente para o primeiro disco dos 5ª Punkada

Os 5ª Punkada são uma banda semelhante a muitas outras bandas. São constituídos por um vocalista, dois guitarristas, uma teclista e um baterista, uma formação parecida com muitas outras. Menos comum, só mesmo o facto de terem sido formados na APCC e a sua longevidade, porque já existem há quase 28 anos. Os seus sonhos, são os mesmos de outros grupos: editar um disco e atuar ao vivo, por exemplo. E se o segundo já foi concretizado mais de 300 vezes, em Portugal e no estrangeiro, o segundo só agora está a tornar-se realidade.

Desde a semana passada que, na Sala da Música da Quinta da Conraria, está a ser gravado o primeiro disco dos 5ª Punkada! E aqui somos obrigados a falar de algo que os diferencia substancialmente de outras bandas, porque não são muitas as que possuem a mesma energia vital ou o mesmo espírito inequivocamente punk, pelo que, para conseguir captá-los e registá-los para a posteridade, tivemos de reunir uma equipa de exceção…

Assim...

Ler mais