Slalom

Slalom

 

A modalidade começou a ser praticada quando surgiu o desporto para a Paralisia Cerebral. Contudo, há mais de 10 anos que não é praticada com regularidade. Actualmente, a modalidade está a ser relançada.
O Slalom é uma corrida de obstáculos em cadeira de rodas, tipo gincana, combinada por três percursos distintos.
Este desporto «cria» problemas de forma artificial (voltas, mudanças de direcção, rampas, etc.), os quais exigem ao praticante que recorra à rapidez, coordenação, força e técnica para os superar no menor tempo possível e cometendo o menor número de erros. Há penalizações de 3 segundos (pisar riscos e toques nos pinos) e de 5 segundos (derrubes dos pinos), assim como desqualificações por erros nos percursos.
Pode ser disputado individualmente ou colectivamente, através de equipas de 4 elementos (estafetas).

Em termos competitivos, é praticado apenas por atletas com paralisia cerebral e utilizadores de cadeiras de rodas manuais ou eléctricas. Os atletas estão divididos em 5 classes desportivas, consoante funcionalidade motora:
•    D1: atletas com afectação severa. Incapazes de mover funcionalmente uma cadeira de rodas manual. Dependentes de uma cadeira de rodas eléctrica. (CP1)
•    D2: afectação severa a moderada. Pobre força funcional em todas as extremidades e tronco, mas aptos para movimentar a cadeira de rodas com os braços. (CP2U)
•    D3: afectação de severa a moderada. Pobre força funcional em todas as extremidades e tronco, mas aptos para movimentar a cadeira de rodas com as pernas. (CP2L)
•    D4: quadriplegia moderada ou hemiplegia severa. Bom controlo de tronco ao empurrar a cadeira, limitado por vezes pelo tónus extensor (CP3)
    D5: boa força funcional com limitação mínima ou problemas de controlo que se observam nas extremidades superiores e tronco (CP4).

Com a prática de Slalom pretende-se, além de manter, conservar e desenvolver o potencial físico dos atletas, melhorar a autonomia e a funcionalidade da pessoa com Paralisia Cerebral no dia-a-dia, fomentando o uso das capacidades da cadeira de rodas.
O Slalom assume-se como uma possibilidade de desenvolvimento físico e pessoal, tendo como ponto de partida o divertimento e o desafio que a actividade proporciona.

A modalidade será reiniciada na APCC durante o ano de 2013.

Mais informações
http://www.fecpc.cat