fbpx

Veja como os utentes da APCC se estão a descobrir enquanto artistas, no novo projeto “Identidade – o Eu e o Artista”

Arte, obra e público. Estes três conceitos foram a base do trabalho do Departamento de Expressão Plástica da APCC ao longo do ano de 2020, concretizando dessa forma o objetivo de promoção do indivíduo/artista e criando o corpo de trabalho de um projeto que levou o nome de “Identidade – o Eu e o Artista”. Claro que aquele não foi um ano que decorresse de forma linear, mas mesmo num tempo (que continua a ser) feito do inesperado, manteve-se a procura de cada um dos envolvidos por si mesmos, enquanto pessoas e enquanto criadores.

Desenvolvido, em diferentes fases, tanto online como em aulas presenciais, este projeto manteve sempre paradigmas como a disciplina do trabalho, a descoberta partilhada e a liberdade para expressar pontos de vista. Assim, foi possível abordar – tanto criativamente, como através da partilha de opiniões – temas nas áreas da cultura, estética, comunicação, experiência ou conhecimento.

A pró...

Ler mais

Já pode ver e descarregar gratuitamente o Guia Prático Line Break, que ajuda a implementar o râguebi inclusivo em instituições

O Guia Prático do projeto Line Break – Rugby Inclusivo é um manual com instruções e exercícios sobre a prática do râguebi inclusivo, que é agora disponibilizado online aos interessados em desenvolver esta atividade desportiva. Elaborado com o envolvimento dos diversos parceiros desta iniciativa, é um instrumento essencial para replicar noutras instituições de solidariedade social a experiência da APCC na modalidade.

Neste documento, o ‘tag rugby’ adaptado – uma vertente sem contacto, que pode ser jogada por todos – é introduzido a partir da descrição dos seus princípios (objetivo, campo, regras, defesa, ataque, sem placagem, árbitro e treinador, aplaudir o adversário). Propõe-se ainda uma metodologia de ensino e são descritos diversos exercícios que permitirão passar da teoria à prática (avançar e fintar, passe e receção, passe e apoio, progressão para jogo).

Ler mais

Um ano terminou e outro começou e a vida de uma voluntária da APCC continuou a ser uma aventura grega

A Mariana Keating celebrou o Natal e a passagem de ano na Grécia. Dito assim, parece que podemos estar a meter-nos gratuitamente na vida de uma pessoa aleatória, mas se explicarmos que falamos de uma voluntária da APCC que está, há cerca de três semanas, num projeto de voluntariado no Centro de Juventude do Epiro, em Janina, percebe-se melhor por que estamos a fazer este destaque.

Ao longo de dois meses, a Mariana irá apoiar atividades de educação não-formal e recreativas com adolescentes em situação de acolhimento naquela instituição, mas também participar em outras iniciativas de âmbito local, assegurar tarefas de secretariado e colaborar na criação de conteúdo online. Além disso, interagirá com outros voluntários, tanto gregos, como de outros países europeus.

Ler mais

Loja de Vender FI: o faz de conta, agora nas páginas da revista da APECV

Em 2019, um dos grupos de teatro da APCC – o Projeto Estúdio – inaugurou um rentável negócio que convidava os consumidores a experimentar um elixir invisível e investiu numa rentável pergunta em miniatura: trouxe o faz de conta consigo hoje? Foi desta forma que se iniciou a história da Loja de Vender FI e é também assim que começa o artigo sobre esse projeto publicado no mais recente número da revista Imaginar, da Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual (APECV).

Nele, a professora de teatro Adriana Campos volta a colocar uma caixa de brinquedos no centro das atenções, apresenta os espeFIalistas e guia o leitor numa viagem pela experiência da Loja de Vender FI, explicando como a pergunta que era o seu mote se pode transformar numa pergunta para todos os dias. Porque, afinal, entre fórmulas e antídotos que, em vez de respostas, repetem perguntas, o negócio em que o Projeto Estúdio tem investido nos últimos anos, que existe desde o princípio dos tempos e que define a própria humanidade é o brincar.

Ler mais

Um coro de Natal como nenhum outro aqueceu uma tarde de inverno junto ao Lar de Apoio

Há muitos coros de Natal importantes na história dos coros de Natal, mas duvidamos que encontrem um tão impressionante como aquele que ontem se reuniu em frente ao Lar Residencial da APCC, para cantar e encantar (para) os utentes daquela unidade residencial, vizinhos e transeuntes. Não vamos tão longe em dizer que nunca se juntou um grupo de cantores tão talentoso, mas temos a certeza de que nunca existiu nenhum com maior coração.

Porque este coro era constituído pela Jaqueline Correia, Rebeca Rosa e Rita Mendes, três voluntárias da Associação que responderam afirmativamente ao desafio do projeto “Limões para Limonada” – interagir com os utentes através de atividades que possam ser feitas remotamente ou, em alternativa, no exterior das instalações – e se propuseram a quebrar as distâncias com canções de Natal.

Ler mais