APCC no Nacional de Inverno de Natação Adaptada: uma história de medalhas, recordes pessoais e muita dedicação

Um fantástico terceiro lugar por equipas na vertente feminina e uma tranquila 10ª posição na masculina (assegurando uma classificação na metade de cima da tabela) foram os resultados globais da APCC no Campeonato Nacional de Inverno de Natação Adaptada. Uma prestação positiva, sublinhada ainda pela obtenção de 14 medalhas, seis títulos nacionais e cinco novas melhores marcas pessoais.

Com uma equipa constituída por seis nadadores (Bárbara Gomes, Carolina Lourenço, Matilde Gaspar, Joel Pereira, José Costa e Ruben Santos), que haviam alcançado na primeira metade da época um total de 28 mínimos de participação em 16 provas, o principal destaque foi mesmo a grande entrega e motivação de todos, que deram o seu melhor e mostraram que um trabalho feito com dedicação e empenho tem sempre resultados.

Ler mais

… e ainda mais amor no Baile dos Namorados da Quinta da Conraria!

Também na Quinta da Conraria se celebrou o Dia dos Namorados! A organização da festividade ficou por conta da equipa da Quinta Pedagógica e, com a enorme experiência que os seus elementos têm em eventos memoráveis e com tantos sentimentos apaixonados que se juntaram na Sala Multiusos para um passinho de dança, a festa tinha mesmo de ser fantástica!

Coube ao grupo de teatro Sala T abrir as (amorosas) hostilidades do Baile dos Namorados, com uma enérgica coreografia, mas quem levou a animação pela tarde fora e fez o amor ganhar asas foi o DJ Punk (Fausto Sousa, vocalista dos 5ª Punkada), que não ‘deixou’ que utentes, formandos e até colaboradores da APCC ficassem parados, ao som de muitos grandes temas da música popular.

Ler mais

Muito amor no Mercadinho do Centro de Reabilitação…

Não é que o Mercadinho do Centro de Reabilitação da APCC seja um caso de amor, mas lá que exige muita cumplicidade… É que junta os esforços de vários serviços da APCC – nomeadamente, do Gabinete de Voluntariado, da Quinta Pedagógica e da Quinta Biológica – para, semanalmente, levar os melhores produtos da Quinta da Conraria até às mãos (e, depois, às casas) dos colaboradores que trabalham no Vale das Flores.

Mas na passada quinta-feira, foi mesmo de amor que se tratou, porque também o Lar Integrado se juntou a esta dinâmica para realizar uma espécie de edição especial de Dia dos Namorados, a que se chamou – apropriadamente! – Mercadinho do Amor. E assim, além dos habituais produtos vendidos nesta iniciativa (como o arroz doce, as bolachas, os vegetais e as frutas) houve ainda muitos outros, produzidos pelos utentes daquela unidade residencial da Associação.

Muito...

Ler mais

Há uma menina (que continua) a comprar poetas e que leva na mala a APCC

No ano passado, houve uma menina que percorreu diversas bibliotecas escolares e municipais da região Centro e que falou com centenas de alunos do 3º ciclo do ensino básico, com o propósito único de comprar um poeta. Agora, ela meteu de novo os pés ao caminho e reiniciou um périplo que a está a levar a outros destinos, mas com a mesma ideia em mente e uma espécie de mote: a poesia transforma as nossas vidas.

Consigo, esta menina – que é, na realidade, a atriz, encenadora e professora Adriana Campos – continua a levar um pouco da APCC: livros, boiões e caixas ‘feitos’ de poesia e feitos pelos membros do grupo de teatro Sala T, constituído por utentes da instituição. Com a direção e o contributo imprescindível de Mariana Nunes, que integra também a equipa artística deste espetáculo, construíram-se verdadeiras metáforas de vidro e explosões polissémicas de papel.

Ler mais

Já chegaram as primeiras críticas e dizem que a reabertura do restaurante da Ludoteca da APCC é um sucesso!

Quando a Ludoteca da APCC reabriu o seu restaurante inspirado pelo filme “Ratatui”, percebemos logo pelas primeiras reservas que as expetativas eram altas: os maiores críticos não queriam perder a oportunidade de conhecer (ou revisitar) este verdadeiro ex-libris da melhor comida… ou, pelo menos, da melhor comida feita de feltro, tecidos coloridos e muita imaginação que se pode encontrar!

E quem são os maiores críticos? As crianças, pois claro! Como as do grupo da Escola Básica do 1º Ciclo da Solum, que ontem estiveram na linha da frente do regresso da dinâmica “Ratatui à parte… hoje o Chef sou eu!”, enchendo o espaço de deliciosas brincadeiras, entre uma pizza cozinhada em forno de lenha, um bife grelhado ou umas cenouras cozidas – devidamente temperados com mais uma ‘viagem’ no escorrega – tudo sob o olhar divertido do Remy, do Linguini e, claro, do nosso Dragão Brincalhão!

Quem ...

Ler mais