Nadadores da APCC estão mais do que preparados para a segunda metade da época desportiva

O Campeonato Nacional de Verão de Natação Adaptada ainda está algo distante – será disputado em maio – mas como o melhor é estar preparado, a APCC marcou presença, no passado fim de semana, num torneio de preparação organizado pela Associação de Natação de Coimbra. Cinco nadadores da instituição deram assim as primeiras braçadas da segunda metade da época e mostraram que as perspetivas são boas.

A Bárbara Gomes, a Carolina Lourenço, o Joel Pereira, o Ruben Santos e o Tomás Almeida foram os atletas em competição e a obtenção de 15 Tempos de Admissão aos Campeonatos (TAC) para os Nacionais de Verão é um ótimo indicador para o que ainda aí vem do ano desportivo. Agora, é tempo de continuar a treinar para fazer sempre melhor, como é característico dos nossos campeões.

Ler mais

Como se diz bingo na Áustria? Ontem a noite foi especial no Lar de Apoio da APCC

Foi uma noite diferente para os utentes do Lar de Apoio da APCC: bingo foi a palavra de ordem e houve muito entusiasmo e também um pouco de espírito competitivo, mas sobretudo muita animação. A ideia partiu da Anna Vukadin, que, com a ajuda de mais duas voluntárias europeias (a Maria Cristina Marcosano e a Federica Usai) e do voluntário português João Pedro Costa, programou ontem (15 de fevereiro) uma Noite de Bingo!

Assim, e depois de todos terem já anteriormente participado na construção dos cartões de um muito especial Bingo de Frutas, foram-se completando as linhas e as colunas aos anúncios (com sotaque…) de ‘Maçã!’, ‘Banana!’ ou ‘Limão!’, num momento que foi de diversão, mas igualmente de reforço do espírito de grupo. E também mais um exemplo de como as atividades do voluntariado são tão proveitosas para os utentes da Associação como para os voluntários!

A Ann...

Ler mais

… e um Carnaval ‘pequenino’ e feliz no Centro de Reabilitação

Foi uma palhaçada pegada! As crianças do semi-internato da APCC também não deixaram os seus créditos por mãos alheias e pegaram em todas as cores do arco-íris para celebrar o Carnaval! E assim fizeram do Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral um palco para o seu mini-corso carnavalesco, cheio de boa disposição e dos sorrisos mais bonitos do mundo.

E a alegria destes pequenos foliões contagiou os mais velhos e nem os colaboradores da Associação resistiram a experimentar um pezinho de dança ou a lançar uns quantos confetis ou serpentinas. Pode não ter sido a maior concentração de palhaços da história, mas temos a certeza de que tanta animação também merecia ser registada do Livro dos Recordes do Guinness!

Ler mais

Carnaval a dobrar: a APCC a desfilar e a bailar na Quinta da Conraria…

O Carnaval na APCC não é nenhuma brincadeira! É por isso que, na Quinta da Conraria, não há desfile na Avenida, mas há muita imaginação à solta na Eira! E não há overdoses de samba, porque temos os Semp’a Bombar para animar e o entusiasmo de todos para ajudar a fazer a festa! Na manhã da passada sexta-feira (9 de fevereiro), enterrámos o entrudo, casámos as matrafonas e fizemos outras brincadeiras em torno do tema ‘Património Cultural’.

Foi este o mote para um desfile protagonizado pelos utentes do Centro de Atividades Ocupacionais e do Centro de Atendimento, Acompanhamento e Reabilitação de Pessoas com Deficiência, mas em que participaram também, com a sua alegria, muitas palmas e uns quantos passos de dança, alunos do Centro de Formação, colaboradores e voluntários.

Ler mais

Campeões, medalhas e recordes: Nacional de Inverno de Natação Adaptada foi um triunfo para a APCC

Carolina Lourenço, Joel Pereira, José Costa, Matilde Gaspar, Ruben Santos e Tomás Almeida: foram estes os nadadores que representaram em grande nível a APCC no Campeonato Nacional de Inverno de Natação Adaptada, que se realizou em Vila Franca de Xira. O esforço individual de cada um permitiu à Associação acabar no top 10 da classificação coletiva, com um 9.º lugar entre 29 clubes e instituições.

No total, os atletas da APCC conquistaram oito medalhas – seis de ouro (quatro pela Carolina, uma pela Matilde e uma pelo Ruben) e duas de prata (ambas pela Matilde) – e, talvez mais importante ainda, alcançaram seis recordes pessoais (dois para a Carolina, dois para a Matilde, um para o Joel e um para o José).

Ler mais