fbpx

Estudo premiado sobre estimulação visual, que contou com participação da APCC, foi apresentado no Centro de Reabilitação

As abordagens de estimulação visual devem tornar-se parte integrante dos programas de reabilitação de rotina. É esta a principal conclusão do estudo “Impacto da Terapia de Estimulação Visual na Abordagem do Défice Visual Cerebral em Crianças com Paralisia Cerebral”, realizado por uma equipa que incluiu elementos da APCC, da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, que foi apresentado no Centro de Reabilitação no final da passada semana.

Naquela investigação – em que estiveram envolvidos elementos das equipas médica e de terapia ocupacional da consulta de oftalmologia da Associação – foram avaliadas crianças entre os 6 meses e os 14 anos, com défice visual cerebral (uma disfunção que afeta a função visual devido a uma lesão no cérebro, não relacionada diretamente com os olhos), para avaliar se uma abordagem personalizada e multidisciplinar de reabilitação visual, como aquela que é realizada na APCC, contribui para a recuperação.

Ler mais

Além da fala: comunicação adaptativa foi mote para sessões que deram início a uma mudança no Centro de Reabilitação

A comunicação é algo primordial, pois comunicamos desde que nascemos, mas não acontece só através da fala. Foi esta a ideia inicial duas sessões sobre comunicação aumentativa, dirigidas a colaboradores das diversas respostas e serviços do Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral, que decorreram no final da passada semana e em que a equipa do Departamento de Terapia da Fala lançou o desafio de identificar com informação gráfica e simbólica todos os espaços daquela unidade da APCC.

O objetivo é, como foi explicado, construir uma rede de suporte que permitirá adaptar o contexto em que estão inseridos os utentes da Associação – muitos dos quais não comunicam pela fala – e torná-lo mais inclusivo. O primeiro passo será fazer corresponder símbolos (alguns já convencionados e outros que será necessário estipular) aos diferentes espaços, alargando, dessa forma, a diversa sinalética já existente no Centro.

Ler mais

Formação Profissional teve um dia dedicado a fortalecer corpo e espírito

Fazer formação na APCC é bem mais do que aquilo que acontece em sala de aula ou nas oficinas. Para lá do muito que ali se aprende, há várias outras atividades que visam atingir objetivos como fomentar o espírito de grupo, trabalhar as relações socias ou fortalecer a autoestima e o equilíbrio emocional. E foi mesmo isso que, ontem, aconteceu mais uma vez, com a realização de um verdadeiro Dia Desportivo!

O local de encontro foi o Pavilhão Eng. Augusto Correia – de novo gentilmente cedido pelo Olivais Futebol Clube – onde foram várias as atividades e exercícios que fizeram jus à máxima ‘Mente sã em corpo são’. Foi preciso suas as estopinhas e ter entrega e espírito de sacrifício, como sempre é necessário para atingir um objetivo, mas como quem corre por gosto não cansa, tudo foi compensado pelo convívio e diversão.

Ler mais

5ª Punkada de volta ao Porto, para atuar no Simplesmente… Vinho

Estiveram por lá no final do ano passado e já estão de volta… Os 5ª Punkada atuam no Porto no próximo sábado (24 de fevereiro), desta vez no âmbito da programação musical do Simplesmente… Vinho, um evento dedicado ao vinho, mas também à gastronomia, música, cinema e arte. Vai ser na Alfândega do Porto, a partir das 19H30, e vai ser uma oportunidade para escutar várias das canções que farão parte do segundo disco do grupo, além dos clássicos!

Entre os temas que serão interpretados estará seguramente “Diante de Mim”, lançado em dezembro de 2023, para celebrar os 30 anos de carreira da banda pop/rock da APCC, e que foi o single de avanço desse álbum atualmente em gravação. Este será ainda o primeiro concerto dos 5ª Punkada depois dos dois espetáculos que assinalaram o aniversário referido, que tiveram lugar em Coimbra e Leiria. A premissa, no entanto, não muda: Pôr toda a gente a dançar e iniciar uma revolução!

Ler mais

Exposição Coletiva de Artes Plásticas: até 29 de fevereiro, pode conhecer na Casa da Mutualidade alguns dos artistas da APCC

São cerca de 30 obras, agora reunidas numa exposição coletiva e que permitem percorrer a última década das artes plásticas na APCC. Até 29 de fevereiro, a Casa da Mutualidade volta a receber uma exposição coletiva de artes plásticas que abrange as áreas da pintura e da escultura e (re)apresenta alguns dos artistas que desenvolvem a sua atividade criativa na Associação e as suas formas, eminentemente pessoais, de observar o mundo e de o (re)organizar.

No caso da pintura, está representada a última década e algumas das coleções em que, nesse período de tempo, os utentes tiveram a oportunidade de trabalhar e que abarcaram temas como o corpo, o retrato ou a paisagem, entre outros. Já as peças escultóricas patentes permitem conhecer em particular o momento atual do trabalho neste campo, inclusive até através da revelação de diferentes etapas do processo criativo antes de chegar ao produto artístico finalizado.

Ler mais