Notícias

APCC recebeu crianças do Ensino Básico para um conto sensorial que lhes permitiu viajar pelo espaço

E se viajássemos ao espaço no gomo de uma tangerina? É este o desafio lançado pela APCC em “SENTI-CONTO-ESPA-CONTO-SENSA”, um espetáculo multimédia que é também um conto sensorial e que foi ontem (14 de dezembro) apresentado a um grupo de alunos da EB1 de Vendas de Ceira.

Nesta aventura embarcaram, além destes pequenos viajantes espaciais, 12 utentes da Unidade de Reabilitação de Deficientes Profundos (URDP) e do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) da Associação e técnicos e professores das áreas da educação especial, música e artes visuais. Todos juntos, usaram a nave espacial ‘estacionada’ na Sala Multiusos da Quinta da Conraria para viajar entre planetas que eram também sentidos.

Ler mais

“Isto não é uma exposição” já foi inaugurada, sessões repetem-se entre hoje e quarta-feira

Decorreram na passada sexta-feira (8 de dezembro) as três primeiras sessões de “Isto não é uma exposição”, a iniciativa da APCC que é um encontro entre a terapia ocupacional e a arte e que se repetirá nos próximos dias 11, 12 e 13. Os visitantes puderam perceber como objetos comuns do quotidiano precisam de ser adaptados para serem usados por pessoas com deficiência, mas também assistir e participar em jogos e num mini-espetáculo inspirados por esses mesmos objetos.

Foi assim que se descobriu, por exemplo, que as colheres usadas nas rotinas de alimentação são todas dobradas na sua nova forma pelo ‘Homem mais forte do mundo’, ou pelo menos que é isso que a imaginação pode permitir supor. Ou que a comunicação é sempre possível, mesmo quando existem obstáculos, e que há objetos que podem ajudar a superá-los.

Ler mais

Nos últimos Almoços Interculturais deste ano, regressámos a casa

Foram três semanas a ‘viajar’ pela Itália, Alemanha e Áustria, mas ontem e anteontem – naqueles que foram os últimos Almoços Interculturais de 2017 – invertemos a premissa desta iniciativa do Gabinete de Voluntariado da APCC e ‘regressámos’ a Portugal para mostrar às nossas voluntárias europeias Federica Usai, Maria Cristina Marcosano, Anthea Bıçakçıoglu e Anna Vukadin algo típico da cozinha tradicional portuguesa.

Por isso, desta vez os colaboradores e utentes da instituição foram brindados com um saborosíssimo caldo verde e umas extraordinárias pataniscas de bacalhau com arroz (e ainda houve pastéis de nata como bónus), graças ao enorme talento culinário das nossas equipas de cozinha, tanto no Centro de Reabilitação, como na Quinta da Conraria: Célia, Carla, Demoacil, Ana Maria, Margarida, Carla, Isabel e Ana.

Ler mais

Ganhar prémios a brincar? Os estudantes do distrito de Coimbra podem, criando o cartaz do “Coimbra a Brincar”!

A próxima edição do “Coimbra a Brincar” é só a 27 e 28 de maio de 2018, mas os estudantes do distrito de Coimbra podem entrar já na brincadeira: já está a decorrer o concurso que vai escolher o cartaz oficial deste grande evento, que todos os anos junta milhares de pessoas de todas as idades, apostadas em (re)descobrir o prazer de brincar!

O concurso é aberto a alunos – de qualquer nível de ensino – matriculados em escolas do distrito. As participações podem ser individuais ou em grupo e têm de ser enviadas por correio ou entregues até ao dia 31 de janeiro, na sede da APCC. Serão escolhidos vencedores em três categorias (Jardim de Infância e 1.º Ciclo do Ensino Básico / 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico / Ensino Secundário e Ensino Superior), entre os quais será selecionado o cartaz vencedor.

Ler mais

APCC convida para “Isto não é uma exposição”, um encontro entre a terapia ocupacional e a arte

Se isto não é uma exposição, o que é? É um encontro entre a terapia ocupacional e a arte. É uma visita a um mundo que não é como costuma. É um convite ao público para ter limites de faz de conta. “Isto não é uma exposição” consiste numa visita guiada que termina num Experimentário, que decorrerá no Welcome Center e na Loja 3 do Convento São Francisco, nos dias 8, 11, 12 e 13 de dezembro.

Trata-se de uma iniciativa da APCC, em que colaboradores e utentes da instituição levarão os visitantes numa viagem por objetos comuns, pelas suas adaptações em contextos de terapia e por situações dramatizadas em que a imaginação ultrapassa a realidade.

Ler mais