Quinta Pedagógica

Dia da Alimentação: a fantástica história do fabrico do pão foi contada na APCC

Qualquer celebração é melhor quando podemos fazê-la com amigos e foi mesmo isso que aconteceu ontem, em que a APCC recebeu, na Quinta da Conraria, as crianças do Jardim de Infância d’A Previdência Portuguesa para festejar o Dia da Alimentação. E desta forma, o ateliê “Do grão ao pão” foi o pretexto ideal para uma tarde de muitas aprendizagens emocionantes e alegria partilhada.

Os mais pequenos puderam experimentar a alegria da descoberta, com a equipa da Quinta Pedagógica “O Caracol” a guiá-los por todo o processo de fabrico de um alimento saudável, que faz parte da dieta humana há 30 mil anos. Perceberam como da espiga sai o grão, do grão se faz farinha e da farinha se faz pão, meteram literalmente as mãos na massa e viram-na ser colocada no forno e de lá saírem já os pães quentinhos.

Ler mais

As Férias de Verão na Quinta foram (como sempre!) uma enorme festa de partilha com a natureza!

Não é fácil ter três semanas ‘feitas’ apenas de alegria, diversão e brincadeira e ainda aprender muitas coisas importantes e estar em contacto permanente com a natureza… mas nas Férias de Verão na Quinta da APCC isso é tudo mais do que garantido! A edição deste ano decorreu entre os dias 2 e 20 de julho e juntou cerca de 90 aventureiros na Quinta da Conraria.

Foram dias cheios de atividades – jogos desportivos, teatro, agricultura e jardinagem, culinária, música, expressão plástica e equitação – que só tiveram mesmo um problema: não duraram para sempre. Mas enquanto duraram, não faltaram, da parte dos mais pequenos, muitos sorrisos e gargalhadas e, da parte dos pais, a certeza de que não podiam ter deixados os seus filhos em melhores mãos do que as da equipa da Quinta Pedagógica “O Caracol”.

As Fé...

Ler mais

O boccia da APCC ainda não foi de férias… mas foi às Férias!

O título pode parecer confuso, mas é até bastante simples de explicar: a época 2017/2018 de boccia já está terminada, mas na APCC jogadores e técnicos ainda não foram de férias e vão fazendo alguns treinos de final de ano… e não só! Ontem, por exemplo, a Liliana Ferreira (campeã regional da categoria BC3) e a treinadora Ana Nunes estiveram nas Férias de Verão na Quinta ’18 para fazer uma demonstração desta modalidade.

Para os cerca de trinta aventureiros que frequentam a segunda semana do programa de atividades de verão da Quinta Pedagógica “O Caracol” foi uma descoberta e uma emoção. A maior parte deles nunca haviam tido contacto com deste desporto, mas desde logo perceberam como pode ser exigente – porque exige habilidade, mas também grande sentido de estratégia – e, ao mesmo tempo, muito divertido.

E bas...

Ler mais

Os papéis estão distribuídos, está tudo pronto para um verão em grande: começaram as Férias de Verão na Quinta!

Quem será O Líder? E A Mascote? E quem será eleito como O Brincalhão? Estas foram, a par das apresentações, algumas das decisões que os aventureiros da edição deste ano das Férias de Verão na Quinta tiveram de tomar já ontem, no primeiro dia desta grande celebração da brincadeira e da natureza organizada pela APCC. E as próximas três semanas vão ser absolutamente cheias de atividades e também muitas surpresas!

Para já, os grupos definidos para estes dias iniciais vão ainda tentar juntar as pistas para descobrir quem é o seu Amigo Secreto, inventar um aplauso motivacional e ainda compor o seu próprio hino. Estes são mais alguns dos desafios que os esperam, a juntar a essa grande tarefa de se divertirem a valer com estas “Aventuras na Quinta” e terem um verão fantástico!

Ler mais

As cores nacionais foram o pano de fundo para as fantásticas Marchas Populares da Quinta da Conraria

Era Dia de S. Pedro e a oportunidade – ainda que não sejam precisos motivos adicionais para a comunidade APCC se juntar e celebrar – não podia ser perdida: houve Marchas Populares na Quinta da Conraria na passada sexta-feira e a festa foi feita por utentes, formandos e colaboradores da instituição!

O desfile foi épico e fez justiça ao muito trabalho posto na confeção dos fatos e adereços, na construção dos arcos e balões e na escrita das letras originais cheias de referências ao quotidiano da Associação. Por isso houve muitas palmas ao ritmo da música, e ainda mais no final de cada apresentação como forma de reconhecimento aos marchantes, muitos sorrisos e enorme alegria e diversão.

Ler mais