Instituição

Entre a ‘invisibilidade’ e a uniformização? APCC debateu as representações das pessoas com deficiência nos Media e na sociedade

Foram muitos os utentes e os colaboradores da APCC que ontem fizeram questão de assistir ao debate “Here We Are – Formas de Representação das Pessoas com Deficiência na Comunicação Social”, que decorreu na Quinta da Conraria, e em que foram convidados João Gaspar, mestre em jornalismo pela Universidade de Coimbra e correspondente da Agência Lusa, e Bernardo Vieira, vice-campeão nacional e vencedor da Taça de Portugal de Paraciclismo em 2016 e utente da instituição.

Foram abordados temas como a visibilidade (ou falta dela) desta população nas notícias, as formas de abordagem aos temas da deficiência ou como estas são muitas vezes ‘impermeáveis’ à individualidade dos seus protagonistas. Num debate – moderado por Pedro Santos, responsável pela comunicação da Associação – que contou também com grande participação da assistência, houve ainda tempo para discutir temas paralelos, como a acessibilidade das pessoas com deficiência à informação ou à própria profissão de jornalista.

Ler mais

APCC debate o(s) olhar(es) dos Media e da sociedade sobre as pessoas com deficiência

“O que precisa uma pessoa com deficiência alcançar para ser notícia ou para ser notada socialmente?” ou “É-lhe exigido mais ou menos do que a outra pessoa?” Estas são algumas das perguntas que a APCC espera ver respondidas num debate sobre as formas de representação das pessoas com deficiência na comunicação social e não só.

A iniciativa decorrerá no dia 25 de maio, partir das 10H30, na Sala Multiusos da Quinta da Conraria. Os convidados serão João Gaspar, mestre em jornalismo pela Universidade de Coimbra e correspondente da Agência Lusa, e Bernardo Vieira, vice-campeão nacional e vencedor da Taça de Portugal de Paraciclismo em 2016 e utente da APCC. A moderação será de Pedro Santos, responsável pela comunicação da Associação.

Ler mais

Utentes da APCC colaboraram com projeto europeu que dota guias-intérpretes de competências para guiar visitas a pessoas com necessidades especiais

Um grupo constituído por utentes do Lar de Apoio e do Lar Integrado da APCC participou numa visita-guiada ao Museu Nacional de Machado de Castro que, além do interesse próprio desta oportunidade, tinha um objetivo mais ambicioso: fazia parte de um curso que pretende dotar guias-intérpretes com competências para fazer visitas com pessoas com necessidades especiais, nomeadamente com dificuldades de aprendizagem.

O curso T-GuIDE, integrado no projeto da União Europeia com o mesmo nome, tinha como uma das formandas Maria João Moreira, guia-intérprete e coordenadora do Departamento de Qualidade e Certificação do SNATTI – Sindicato Nacional da Atividade Turística, Tradutores e Intérpretes, que foi a responsável pela visita de ontem (10 de maio). O foco da atenção e das explicações foi o Tesouro da Rainha Santa, que se encontra exposto naquele Museu, e cujas peças e história foram alvo de muita curiosidade por parte dos utentes da Associação.

Ler mais

APCC foi um dos representantes portugueses em iniciativa da Comissão Europeia para definir nova estratégia para a juventude

No final da passada semana, a Comissão Europeia reuniu um conjunto de especialistas em políticas de juventude, responsáveis políticos, técnicos de juventude, colaboradores de organizações da área e jovens em geral. O objetivo era discutir e começar a delinear a nova estratégia da União Europeia para o setor da juventude e a APCC foi uma de apenas duas organizações portuguesas convidadas a estarem presentes.

Em representação da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação, a coordenadora do Gabinete de Voluntariado da APCC participou em diversos grupos de discussão sobre temas como a participação dos jovens na vida coletiva, as suas expetativas sobre a Europa ou formas de disseminação da informação, entre outros. Juntamente com outros “criadores de mudança”, Fernanda Maurício partilhou as suas próprias visões sobre quais devem ser as prioridades da União Europeia na sua relação com a juventude.

Ler mais

“Here We Are”: projeto que junta APCC e organização húngara arrancou em Budapeste

Em fevereiro do ano passado, três utentes da APCC participaram no curso de formação internacional “Change Your Attitude”, em Gánt, na Hungria. Em novembro, outros quatro jovens viajaram para o mesmo país, desta vez para a capital Budapeste, para uma reunião do projeto “Breaking Stereotypes”. Comum a estas iniciativas era o objetivo de promover a inclusão através do combate aos estereótipos.

Em resultado do trabalho realizado naquelas duas ocasiões, surgiu o projeto “Here We Are”, que levou agora até àquele ponto da Europa os ‘repetentes’ André Vitorino, Diogo Sacramento e Ivo Rodrigues, bem como o ‘estreante’ Bernardo Vieira e a coordenadora do Gabinete de Voluntariado, Fernanda Maurício. Foi o pontapé de saída para uma série de ações, a realizar até maio de 2018, que procurarão dar visibilidade às pessoas com deficiência, aos seus desejos e necessidades, dentro das comunidades em que se inserem.

Ler mais