fbpx

No Lar de Apoio, celebrou-se quem trata da saúde de todos (mas mesmo todos!)

Ontem foi Dia do Enfermeiro e esse foi motivo mais do que suficiente para os divertidos momentos que ontem se viveram no Lar de Apoio da APCC. Divertidos, mas também pedagógicos, porque, com a ajuda das enfermeiras Ana Rita Teixeira e Teresa Madeira, houve consultas de enfermagem para os ‘filhos’ dos residentes mais jovens. Não é que algum deles tivesse algum sintoma preocupante, mas nunca devemos descurar a saúde!

Houve algumas queixas de dores de barriga, é certo, e mais uma ou outra situação que mereceu toda a atenção e recebeu o tratamento adequado, mas o mais importante foi mesmo constatar que a competência das profissionais da Associação – de todas as que prestam cuidados na instituição – em questões de saúde é mesmo tão grande quanto a sua capacidade de estabelecer relações especiais e particularmente fortes com os utentes.

Ler mais

Loja de Vender FI é (tele-)apresentada em encontro sobre experiências de didática das artes visuais

«Pergunta-se com frequência ao tempo quanto tempo o tempo tem, mas o Projeto Estúdio da Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra há muito que prefere perguntar ao tempo o tempo que o tempo não tem”. É assim que começa a apresentação que Adriana Campos, professora de teatro na APCC, irá levar ao 32º Encontro Nacional da Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual (APECV), no próximo domingo.

Nesta iniciativa (que, devido à situação de pandemia, será realizada por conferência remota), o convite é para refletir sobre o conceito de tempo a partir das artes na educação das crianças, dos jovens e dos adultos ao longo da vida. Entre outras experiências relacionadas com a didática das artes visuais, estará a Loja de Vender FI – que, em outubro de 2019, foi um espaço ambulante na Baixa de Coimbra, especializado naquele elixir milenar, do qual se diz ser útil porque não serve para nada que se reduza a relatórios ou números.

Ler mais

#todosbrincamemcasa é para brincar, fotografar ou filmar… e ganhar prémios com o “Coimbra a Brincar”!

Quem está pronto para brincar… sem sair de casa? Com a próxima edição do “Coimbra a Brincar” adiada para 2021, nem por isso existem razões para pararmos a brincadeira! Assim, lançamos agora um desafio que é uma garantia de diversão: façam uma foto ou um vídeo de um momento de brincadeira em vossa casa e partilhem-no connosco! Vamos, todos juntos, mostrar que, mesmo em circunstâncias especiais, o brincar continua a ser uma fonte de prazer, alegria e aprendizagem!

Portanto, para participar no concurso #todosbrincamemcasa, só vão precisar mesmo de duas coisas: um telemóvel (ou uma máquina fotográfica ou de filmar) e muita vontade de brincar! Não há limites para as brincadeiras, a não ser os da vossa residência, nem para o número de participantes ou para a quantidade de alegria envolvida! Vale tudo, desde que seja a brincar!

As fo...

Ler mais

“Coimbra a Brincar” é adiado para 2021 e lança concurso de brincadeiras em casa

A APCC e os seus parceiros na organização do “Coimbra a Brincar” decidiram adiar a próxima edição, prevista para o final de maio, para o ano de 2021. A decisão foi tomada atendendo à atual situação de saúde e às recomendações das diversas autoridades, bem como tendo em consideração que o propósito central do “Coimbra a Brincar” é celebrar o Dia Internacional do Brincar, que se assinala anualmente a 28 de maio.

No entanto, com o objetivo de não deixar de passar a mensagem de que o brincar é uma atividade benéfica para todas as idades e uma fonte de prazer, alegria e aprendizagem, o “Coimbra a Brincar” vai lançar já esta semana um concurso de brincadeiras em casa, aberto à participação de todos!

Ler mais

APCC participou em iniciativa da ONU e OMS dedicada à Covid-19 e à deficiência

Com o mundo confrontado com diversas questões e dúvidas no contexto da pandemia provocada pelo novo coronavírus, a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) promoveram esta semana um encontro online que teve como objetivo olhar criticamente para a resposta mundial à atual crise sanitária no enquadramento das necessidades e especificidades das pessoas com deficiência e entidades que com elas trabalham.

A APCC também marcou presença, através da participação da coordenadora do Centro de Formação. Dora Redruello deu conta do trabalho de adaptação e resposta que tem vindo a ser feito na instituição e contribuiu para a importante reflexão sobre a relação da população com deficiência e/ou vulnerável com os cuidados de saúde regulares e sobre a necessidade de promover cuidados de saúde especializados e informação compreensível e acessível a estes públicos.

Ler mais