fbpx

Um baile na Quinta da Conraria para lembrar que as férias estão já aí!

Entre utentes e trabalhadores da APCC, alguns já estão de férias, mas muitos mais irão brevemente, pelo que já anda no ar aquele sentimento indisfarçável do bem que vai fazer uma pausa. Por isso, antes das despedidas temporárias e dos ‘Até já’, e para celebrar mais uma vez as partilhas diárias, ontem fez-se um baile na Quinta da Conraria! E o professor de música Tiago Silva foi, como é ‘obrigatório’, o animador da manhã.

Na sua voz inconfundível escutaram-se diversos sucessos da música popular, à medida que o espaço da eira se ia enchendo de foliões – que o mesmo é dizer, de alegria, sorrisos e abraços! O sol apertava e, apesar dos imensos corajosos que desafiaram o calor, também houve quem preferisse ficar mais resguardado a aproveitar as sombras, mas ninguém conseguiu evitar pelo menos bater palmas ou acertar com o pé no chão ao ritmo da música!

Ler mais

Por um dia, a colheita dos produtos para o Mercadinho ficou por conta dos jovens do Lar de Apoio e dos ‘convidados’ do BioCamp

Ontem foi dia de colheita na Quinta da Conraria! Bem, é certo que esta frase pode ser repetida sobre muitos outros dias, mas precisamos esclarecer que foi tudo bastante diferente do habitual… Desde logo, porque houve muitas caras novas a juntar-se à operação. Algumas até já tinham essa experiência, embora de forma esporádica, porque falamos de utentes do Lar de Apoio da APCC. Mas outros foram estreia absoluta: as crianças e jovens que participam no BioCamp, organizado pela BioLiving, e estão esta semana acampados na Quinta.

A iniciativa conjunta procurou envolver os dois grupos numa partilha com a área de agricultura social, ao mesmo tempo que todos beneficiavam de uma atividade regular deste espaço da Associação, onde se pode experimentar a vivência típica de um espaço rural e do quotidiano da agricultura e outros aspetos da vida no campo. E muito divertido, mesmo que cansativo, podemos garantir que foi!

Tomat...

Ler mais

APCC terminou a época do boccia com participação no Nacional de Pares e Equipas

A época de 2021/2022 foi especial, porque marcou o regresso das competições de boccia após um interregno de dois anos, e mesmo tendo sido só iniciada em fevereiro deste ano, também pareceu longa, porque foram várias as competições disputadas num curto espaço de tempo: em cerca de cinco meses, os atletas da APCC participaram em sete provas, de âmbito nacional e regional, tanto individuais como coletivas.

E para ‘fechar’, a equipa BC1/BC2 marcou presença, no passado fim de semana, no Campeonato Nacional de Pares e Equipas. António Marques, Catarina Branquinho e Diogo Peixeiro tiveram a seu cargo a defesa das cores da Associação e precisaram de empenho máximo para, depois de alguns jogos iniciais abaixo do desejado, manter a concentração em alta e terminar em bom plano, numa competição que se revelou muito equilibrada.

Ler mais

Liliana Ferreira levou a sua arte da APCC para casa… ou muito perto dela

Foi entre família e amigos que Liliana Ferreira inaugurou, no passado dia 15 de julho, a sua primeira exposição em nome próprio, no Centro Comunitário da Granja e Gândara. A ‘jogar em casa’ (sendo natural de Coimbra, viveu em Granja de Ançã toda a sua vida), a artista mostrou à comunidade cerca de uma dezena das obras que tem vindo a criar no âmbito das sessões de artes plásticas na APCC, num final de tarde em que a palavra felicidade foi a nota dominante.

Desde logo, a felicidade da própria Liliana Ferreira em poder partilhar o seu trabalho no local onde, de certa forma, tudo começou – o edifício que acolhe a exposição é a antiga escola básica que frequentou. Depois, a felicidade e orgulho das várias pessoas ligadas à APCC (entre as quais, o presidente da Direção, Fernando Filipe de Oliveira) que não quiseram faltar a este momento tão significativo e vivê-lo com a artista plástica.

Ler mais

Inclusão, participação, acesso e diferença foram algumas das ideias em destaque em mesa redonda que juntou agentes diversos da área musical

A experiência pessoal de Fátima Pinho nas relações quotidianas e também nos palcos como teclista dos 5ª Punkada, o trabalho de Hugo Ferreira e da ‘sua’ Omnichord com a banda pop/rock da APCC e a importância que atribuem à promoção da diferença, a vontade do Conservatório de Música de Coimbra e do seu subdiretor Hugo Brito de abrir as portas a essa diferença e contrariar a prática histórica daquelas escolas como locais de exclusão e o entusiasmo da investigadora e docente Cristina Faria com o muito que se pode fazer ao nível do ensino e da formação de professores para promover a participação de todos.

Foram estes os pontos principais da mesa redonda “Música e Deficiência – um diálogo em construção”, na qual se discutiu o acesso à cultura por parte das pessoas com deficiência, nomeadamente à prática e à criação musical. A iniciativa decorreu no dia 15 de julho, no Auditório do Conservatório, integrada no projeto europeu “Change 2 Regard”, dinamizado pela APCC com instituições parceiras da Bélgica, França e Canadá.

Antes...

Ler mais