fbpx

APCC lança campanha de crowdfunding para apoiar equipa de râguebi!

A APCC acaba de lançar uma campanha de crowdfunding, que permitirá a qualquer pessoa apoiar a equipa de râguebi da instituição e o projeto Line Break – Inclusive Rugby, desenvolvido em parceria com o Comité Regional de Rugby do Centro (CRRC) e que visa criar um movimento verdadeiramente inclusivo, a nível nacional, inspirado em alguns dos valores habitualmente associados àquela modalidade.

A iniciativa tem como objetivo direto a aquisição de equipamentos (camisolas, calções e meias de jogo, fatos de treino, t-shirts e mochilas, bem como a respetiva estampagem de emblemas e numeração) para os 25 utentes da Associação que constituem a equipa, assim como para o staff técnico, permitindo-lhes dessa forma apresentar-se em campo, tanto em jogos como em atividades de divulgação, com uma identidade coerente e coesa.

Ler mais

Há um projeto europeu para melhorar a experiência das pessoas com necessidades especiais em visitas guiadas e os utentes da APCC foram ‘testá-lo’

São já três séculos a ser palco e testemunha de muitos episódios marcantes da vida da Universidade de Coimbra e do próprio País e, na passada sexta-feira, mais um momento histórico teve lugar na Biblioteca Joanina: no contexto de um projeto europeu que pretende dotar guias-intérpretes com competências para fazer visitas com pessoas com necessidades especiais, nomeadamente com dificuldades de aprendizagem, alguns utentes da APCC participaram uma visita guiada de contornos particulares.

Conduzida pela guia-intérprete Catarina Freire, colaboradora da Universidade, esta visita fez parte da sua formação e avaliação no âmbito do curso T-GuIDE, promovido pela FEG – Federação Europeia de Guias, organização parceira da ENAT (Rede Europeia de Turismo Acessível). Para os utentes da APCC, residentes do Lar Integrado e do Lar Residencial, foi uma oportunidade única para não só conhecer (ou revisitar) um local de grande importância patrimonial e beleza, mas de o fazer numa situação com contornos particularmente inclusivos.

Ler mais

Chegou a vez de Lisboa receber a exposição “Cru – O Corpo (im)Perfeito”

É já na próxima segunda-feira (2 de março) que fica patente em Lisboa a exposição “Cru – O Corpo (im)Perfeito”, que reúne desenhos e pinturas dos utentes do Departamento de Expressão Plástica da APCC. Será no espaço A Sala, em São Bento, e ali ficarão expostas, durante duas semanas, 30 obras em que o olhar da pessoa com deficiência sobre os outros corpos e o seu próprio é o fio condutor de um percurso em que se procura (des)construir a ideia de Belo.

A coleção de quadros resultantes do projeto com o mesmo nome (que, no seu conjunto, chega às quatro centenas de trabalhos) é a concretização de um processo que começou com o desafio simples de desenhar qualquer corpo e se foi transformando progressivamente numa provocação: por oferecer ao público uma visão com a qual este raramente – se alguma vez – se confrontou e por desafia-lo a transformar o (seu) paradigma de corpo perfeito.

Ler mais

E depois dos 21? APCC levou experiência na área da deficiência a debate sobre intervenção do Serviço Social

A proteção da criança e bem-estar foi o foco central da mais recente edição do Ciclo de Debates em Serviço Social, organizado na passada semana pelo Doutoramento em Serviço Social do ISCTE-IUL, que teve entre os participantes convidados a APCC. Com o tema “Investimento na proteção da criança até aos 21 anos, e depois?” a servir de mote, coube à assistente social Graça Gonçalves abordar o modelo de trabalho da instituição.

Numa mesa redonda em que também estiveram representantes da Fundação COI, da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e da Crescer Ser, houve oportunidade para detalhar a experiência da APCC na área da deficiência, trabalhando de forma direta com os utentes e respetivas famílias. Em particular, foram abordados os diversos percursos proporcionados pelas respostas sociais da Associação nos escalões etários em análise, nomeadamente nas atividades ocupacionais, na reabilitação social ou na formação profissional.

Ler mais

Arrancou na Escócia projeto europeu para desenvolver a tricicleta… e a APCC está na dianteira!

A tricicleta já é uma das modalidades no centro da atividade desportiva da APCC – até temos connosco a atual selecionadora nacional, a treinadora Ana Nunes, e uma das mais medalhadas atletas a nível internacional, a Sandra Semedo – mas isso também traz responsabilidades. É por isso que a instituição é uma das promotoras do projeto europeu RunFree, que tem como objetivo cimentar a tricicleta como um dos desportos ou atividades recreativas com mais praticantes em todo o mundo.

Esta iniciativa teve a sua primeira reunião de trabalho na passada semana, em Edimburgo, na Escócia, com a presença de todos os parceiros envolvidos: além da APCC (representada por Ana Nunes), a CPISRA – Cerebral Palsy International Sports and Recreation Association, a SPIN Sport Innovation (Alemanha), a Parasport Danmark (Dinamarca) e a Universidade Queen Margaret (Escócia). Tratou-se do tiro de partida do projeto, com as primeiras avaliações ao programa a desenvolver e distribuição de responsabilidades.

Ler mais