António Marques já regressou a Portugal e trouxe consigo a nona medalha em Campeonatos da Europa de Boccia

O atleta António Marques, da APCC, já está de volta a Portugal, depois de ter participado na edição deste ano do Campeonato da Europa de Boccia, que se disputou em Sevilha, na vizinha Espanha. E regressou com a bagagem mais cheia do que quando partiu, pois trouxe consigo mais uma medalha, a nona conquistada nesta competição continental e a 21ª em grandes competições internacionais em representação da Seleção Nacional.

A mais recente conquista – em que voltou a ser acompanhado pelo seu treinador Emílio Conceição – foi feita enquanto membro da Equipa BC1/BC2 de Portugal, constituída ainda por Abílio Valente, André Ramos, Cristina Gonçalves e Nelson Fernandes, que conseguiu chegar à prata. Desta forma, Oliveirinha enriqueceu ainda mais um currículo impressionante, em que se destacam as sete vezes em que subiu ao pódio das provas de boccia de Jogos Paralímpicos, que ajudam a fazer dele o jogador com mais medalhas neste grande evento.

Ler mais

António Marques representa Portugal – e a APCC! – em mais um Campeonato da Europa de Boccia

É já hoje que António Marques inicia a sua participação em mais uma grande competição internacional de boccia! Desta feita, representará Portugal no Campeonato da Europa, que decorre até ao final do mês na cidade de Sevilha, em Espanha. O atleta da APCC competirá individualmente na categoria BC1 e ainda enquanto membro da Equipa BC1/BC2, sendo acompanhado, como é habitual, pelo seu treinador e parceiro de competição Emílio Conceição.

Oliveirinha, como é conhecido no seio da modalidade, é atualmente o melhor português no ranking mundial da sua categoria e o quinto europeu, tendo já sido medalhado por três vezes na presente época desportiva, nos Opens de Olbia e de Montreal. Na Andaluzia, defenderá um historial de respeito a nível continental: já conquistou oito medalhas em Campeonatos da Europa.

Ler mais

Vatrushka: uma palavra nova e uma deliciosa iguaria que os utentes da APCC passaram a conhecer

Sabe o que é um vatrushka? Talvez já tenha ouvido falar deste delicioso pão recheado, tradicional da culinária russa e de outros países do Leste da Europa… Mas já provou um vatrushka? E se sim, experimentou-o na sua versão doce, na salgada ou em ambas? Então e já tentou cozinhar um vatrushka? Pois desde a passada sexta-feira que três destas quartas perguntas passaram a poder ser respondias com um «Sim!» por parte de um grupo de utentes da APCC!

É que o vatrushka foi precisamente a iguaria russa escolhida pela voluntária Anna Zubova para dar a conhecer um pouco da tradução culinária do seu país! E quanto à questão restante sobre o doce e o salgado, a opção foi mesmo por adoçar as bocas com um delicioso recheio de maçã! A confeção coube a todos e as indicações da Anna foram preciosas, mas é justo dizer que o resultado final foi tão saboroso também graças à supervisão da nossa fantástica cozinheira Piedade Almeida!

Esta ...

Ler mais

Entre abril e julho, projeto “Still Here” convidou utentes da APCC a refletir sobre equidade e direitos humanos

Quando teve início, em março deste ano, o projeto europeu “Still Here” anunciava o desenvolvimento de várias atividades dirigidas às comunidades em que se inserem as duas instituições que o dinamizam: a APCC e a organização húngara EgyüttHató Egyesület. Neste contexto, o grupo encarregue de dinamizar as ações em Coimbra (constituído pelos utentes André Vitorino, Bernardo Vieira e Diogo Sacramento) desenhou um primeiro conjunto de iniciativas voltadas para dentro da própria APCC.

Foi assim que, entre abril e o passado mês de julho, tiveram lugar no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral seis sessões de troca de ideias, em que um grupo de utentes da Associação era desafiado a refletir sobre temas de âmbitos muito distintos no campo da deficiência. O objetivo foi procurar olhar de forma diferente para realidades que, podendo ser mais ou menos próximas de cada um, suscitassem uma reflexão conjunta versando matérias como a equidade ou os direitos humanos.

Ler mais

A voluntária europeia Anna Zubova preparou a ‘viagem’ e foi assim que os utentes da APCC ‘visitaram’ a Rússia

Passear na Praça Vermelha e admirar a Catedral de São Basílio, visitar o Kremlin, atravessar uma das pontes sobre o rio Moscovo, percorrer as margens do Lago Baikal, gastar alguns rublos em compras… Estes foram alguns dos desafios à imaginação deixados pela voluntária europeia Anna Zubova ao grupo da Sala do Teatro da APCC, durante uma muito interessante apresentação da Rússia, realizada na manhã de ontem.

Para a Anna, que preparou tudo com muito cuidado e detalhe, foi uma forma de matar algumas saudades do seu país natal, enquanto que para os utentes da APCC foi uma oportunidade para aprender coisas novas – e algumas verdadeiramente surpreendentes… sabiam, por exemplo, que existem nove fusos horários diferentes na Rússia?! – sobre uma terra muito distante e da qual sabiam muito pouco.

Houve muita...

Ler mais