A história do Márcio, da Rita, dos Paulos e do Pedro ‘deu’ à jornalista Liliana Carona o Prémio Adriano Lucas

Sabia que Salvador Sobral não foi o primeiro português a vencer um Festival Europeu da Canção? A história surpreendeu a jornalista Liliana Carona, que decidiu que tinha de partilhá-la. A reportagem que escreveu viria a dar-lhe a vitória no Prémio de Jornalismo Adriano Lucas, que recebeu na passada sexta-feira, na sede da APCC, na presença dos seus protagonistas e do presidente da Direção da Associação, Antonino Silvestre, bem como de representantes das entidades promotoras da distinção.

Mas que protagonistas são estes e qual é afinal a sua história, contada na reportagem “Antes do Salvador”? Os factos contam-se em poucas palavras: em 2005, Márcio Reis e Rita Joana venceram o Festival Europeu da Canção para a Pessoa com Deficiência Mental com o tema “Maior que o Mundo” e, em 2014, foram Paulo Jesus, Pedro Falcão, Paulo Casal e Márcio Reis os vencedores, com a canção “Mundo de Contradições” (e todos eles eram utentes da APCC).

No tr...

Ler mais

“Change ton Regard”: APCC e parceiros analisaram resultados e continuidade deste projeto europeu

O projeto “Change ton Regard”, que junta a APCC às organizações Nos Pilifs (Bélgica) e Collectif T’Cap (França) em torno do objetivo de alterar as representações sociais sobre a deficiência, teve esta semana a sua reunião final de trabalho, em Coimbra. Representantes dos três parceiros fizeram ao longo de dois dias o balanço do trabalho realizado até ao momento e avaliaram as possibilidades de desenvolvimento desta colaboração.

Em cima da mesa estiveram as temáticas cuja necessidade de intervenção se revelou mais necessária, em termos institucionais e políticos, ao longo do trabalho até agora realizado, como a cultura, o emprego, a cidadania, a vida social ou a parentalidade. Foi também discutida uma proposta de continuidade deste projeto, através de uma candidatura conjunta para um novo projeto europeu que permita aprofundar as reflexões agora feitas.

Ler mais

Open Mundial de Boccia da Póvoa de Varzim: António Marques volta a defender as cores nacionais

O atleta António Marques começa hoje a competir no Open Mundial de Boccia que se realizará na Póvoa de Varzim. Trata-se de mais uma competição em que o jogador da APCC voltará a representar Portugal, ele que é o praticante da modalidade que há mais tempo compete em provas internacionais em todo o mundo, tendo a sua estreia ocorrido em 1986.

Integrado na Seleção Nacional que marcará presença na Póvoa de Varzim estará também Emílio Conceição, treinador de Marques e que já o acompanha há mais de duas décadas. A ‘comitiva’ da APCC é completada por Anabela Marto, coordenadora do Departamento de Educação Física e Desporto, que desempenhará a função de árbitra neste importante evento, o último a ter lugar antes do Campeonato do Mundo e que reunirá alguns dos melhores atletas do planeta.

Ler mais

Os papéis estão distribuídos, está tudo pronto para um verão em grande: começaram as Férias de Verão na Quinta!

Quem será O Líder? E A Mascote? E quem será eleito como O Brincalhão? Estas foram, a par das apresentações, algumas das decisões que os aventureiros da edição deste ano das Férias de Verão na Quinta tiveram de tomar já ontem, no primeiro dia desta grande celebração da brincadeira e da natureza organizada pela APCC. E as próximas três semanas vão ser absolutamente cheias de atividades e também muitas surpresas!

Para já, os grupos definidos para estes dias iniciais vão ainda tentar juntar as pistas para descobrir quem é o seu Amigo Secreto, inventar um aplauso motivacional e ainda compor o seu próprio hino. Estes são mais alguns dos desafios que os esperam, a juntar a essa grande tarefa de se divertirem a valer com estas “Aventuras na Quinta” e terem um verão fantástico!

Ler mais

As cores nacionais foram o pano de fundo para as fantásticas Marchas Populares da Quinta da Conraria

Era Dia de S. Pedro e a oportunidade – ainda que não sejam precisos motivos adicionais para a comunidade APCC se juntar e celebrar – não podia ser perdida: houve Marchas Populares na Quinta da Conraria na passada sexta-feira e a festa foi feita por utentes, formandos e colaboradores da instituição!

O desfile foi épico e fez justiça ao muito trabalho posto na confeção dos fatos e adereços, na construção dos arcos e balões e na escrita das letras originais cheias de referências ao quotidiano da Associação. Por isso houve muitas palmas ao ritmo da música, e ainda mais no final de cada apresentação como forma de reconhecimento aos marchantes, muitos sorrisos e enorme alegria e diversão.

Ler mais