A Quinta da Conraria já está a ‘florir’… mas é tudo por causa da Queima das Fitas (e estamos a aceitar encomendas!)

Já se fazem flores na Quinta da Conraria! Quem não saiba do que estamos a falar, terá dificuldades em perceber como se pode ‘fazer’ uma flor, mas nem para todos será necessário explicar que é de flores de papel que estamos a falar… Para os estudantes do ensino superior, por exemplo, por esta altura do ano, só há um tipo de flores: as de que precisam para decorar o carro do seu curso para o cortejo da Queima das Fitas!

Quanto as utentes do Centro de Atividades Ocupacionais da APCC, por seu lado, conhecem todos os segredos desta espécie particular de flora: há 17 anos que elas são produzidas na instituição, por encomenda dos alunos, tendo já mais de meio milhão, de todas as cores da academia de Coimbra, decorado centenas de carros alegóricos! Por isso, quando ontem começaram a ser feitas as flores para 2020, não foram necessárias muitas explicações!

Com o...

Ler mais

Nadadores da APCC regressaram da Mealhada com a ‘barriga cheia’… de medalhas e recordes!

Se pensarmos em razões para rumar até à região da Bairrada, é quase certo que os motivos gastronómicos encabeçarão essa lista. Mas existem outras motivações, sobretudo quando se é atleta, para fazer essa viagem e até para regressar de lá de ‘barriga cheia’… Que o digam os nadadores da APCC que, no passado fim de semana, participaram no Meeting Internacional de Natação Adaptada ‘4 Maravilhas da Mesa da Mealhada’ (isto anda tudo ligado…) e alcançaram 19 medalhas e quatro novas melhores marcas pessoais!

Vejamos então as contas detalhadas do medalheiro: foram quatro medalhas para a Matilde Gaspar (três de ouro e uma de prata), o Joel Pereira (duas de ouro, uma de prata e uma de bronze) e o José Costa (três de prata e uma de bronze), a Bárbara Gomes chegou às três (duas de ouro e uma de prata) e houve mais duas para a Carolina Lourenço (ambas de ouro) e o Ruben Santos (ambas de prata).

Mas para pr...

Ler mais

APCC lança campanha de crowdfunding para apoiar equipa de râguebi!

A APCC acaba de lançar uma campanha de crowdfunding, que permitirá a qualquer pessoa apoiar a equipa de râguebi da instituição e o projeto Line Break – Inclusive Rugby, desenvolvido em parceria com o Comité Regional de Rugby do Centro (CRRC) e que visa criar um movimento verdadeiramente inclusivo, a nível nacional, inspirado em alguns dos valores habitualmente associados àquela modalidade.

A iniciativa tem como objetivo direto a aquisição de equipamentos (camisolas, calções e meias de jogo, fatos de treino, t-shirts e mochilas, bem como a respetiva estampagem de emblemas e numeração) para os 25 utentes da Associação que constituem a equipa, assim como para o staff técnico, permitindo-lhes dessa forma apresentar-se em campo, tanto em jogos como em atividades de divulgação, com uma identidade coerente e coesa.

Ler mais

Há um projeto europeu para melhorar a experiência das pessoas com necessidades especiais em visitas guiadas e os utentes da APCC foram ‘testá-lo’

São já três séculos a ser palco e testemunha de muitos episódios marcantes da vida da Universidade de Coimbra e do próprio País e, na passada sexta-feira, mais um momento histórico teve lugar na Biblioteca Joanina: no contexto de um projeto europeu que pretende dotar guias-intérpretes com competências para fazer visitas com pessoas com necessidades especiais, nomeadamente com dificuldades de aprendizagem, alguns utentes da APCC participaram uma visita guiada de contornos particulares.

Conduzida pela guia-intérprete Catarina Freire, colaboradora da Universidade, esta visita fez parte da sua formação e avaliação no âmbito do curso T-GuIDE, promovido pela FEG – Federação Europeia de Guias, organização parceira da ENAT (Rede Europeia de Turismo Acessível). Para os utentes da APCC, residentes do Lar Integrado e do Lar Residencial, foi uma oportunidade única para não só conhecer (ou revisitar) um local de grande importância patrimonial e beleza, mas de o fazer numa situação com contornos particularmente inclusivos.

Ler mais

Chegou a vez de Lisboa receber a exposição “Cru – O Corpo (im)Perfeito”

É já na próxima segunda-feira (2 de março) que fica patente em Lisboa a exposição “Cru – O Corpo (im)Perfeito”, que reúne desenhos e pinturas dos utentes do Departamento de Expressão Plástica da APCC. Será no espaço A Sala, em São Bento, e ali ficarão expostas, durante duas semanas, 30 obras em que o olhar da pessoa com deficiência sobre os outros corpos e o seu próprio é o fio condutor de um percurso em que se procura (des)construir a ideia de Belo.

A coleção de quadros resultantes do projeto com o mesmo nome (que, no seu conjunto, chega às quatro centenas de trabalhos) é a concretização de um processo que começou com o desafio simples de desenhar qualquer corpo e se foi transformando progressivamente numa provocação: por oferecer ao público uma visão com a qual este raramente – se alguma vez – se confrontou e por desafia-lo a transformar o (seu) paradigma de corpo perfeito.

Ler mais