Música

Ligados às Máquinas encerram Dia da Musicoterapia na Universidade de Aveiro

Se ainda não assistiu ao vivo a uma atuação dos Ligados às Máquinas – a orquestra de samples da APCC e o único grupo do seu género no mundo – tem uma nova oportunidade amanhã (16 de junho), no concerto de encerramento do Dia da Musicoterapia na UA, que terá lugar a partir das 17H30, no Auditório CCCI do Departamento De Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro.

É absolutamente a não perder: este coletivo musical sem paralelo tem para apresentar composições originais, construídas pelos seus membros utilizando exclusivamente samples sonoros escolhidos e recolhidos por eles próprios, tendo por base as suas vivências e gostos. Desta forma, hip-hop, rock, techno, fado, blues, world music, música erudita e música concreta cruzam-se entre si, mas também com sons da publicidade e de séries televisivas, formando uma verdadeira manta de retalhos sonoros.

Ler mais

Musicoterapeuta levou experiência da APCC a simpósio internacional

Paulo Jacob, professor de música e musicoterapeuta da APCC, foi um dos participantes do Simpósio Internacional “Música, Saúde e Bem-Estar”, realizado no dia 28 de maio e destinado a partilhar e debater as melhores práticas prosseguidas neste âmbito, tendo juntado profissionais de Portugal e do Reino Unido. Em análise estiveram temas ligados às áreas da musicoterapia, da educação musical para pessoas com necessidades especiais, da medicina musical e da música e bem-estar.

O coordenador do Departamento de Música da APCC levou à discussão a experiência das intervenções realizadas nesse âmbito pela instituição, que se concretizam a três níveis com fins diferentes, mas que se aproximam: a musicoterapia (música como mediação terapêutica), a educação musical adaptada (ensino adaptado para pessoas com necessidades especiais) e a expressão musical adaptada (integração num processo de criação, partindo da valorização dos recursos individuais).

Ler mais

Manhã de fados na Quinta da Conraria foi um momento inesquecível

As festas musicais temáticas da sala 1 da Unidade de Reabilitação de Deficientes Profundos (URDP) já são uma espécie de tradição na Quinta da Conraria. Todas as quartas-feiras, já se sabe que vai ser possível dançar e animar ao som de quizomba, música popular portuguesa ou outro género musical. Mas ontem (11 de abril), não foi exatamente assim que as coisas se passaram…

Porque, desta vez, fez-se silêncio para ouvir o fado! O professor de música da APCC – e cantor – Tiago Silva foi, como é habitual, o dinamizador da iniciativa, mas também assumiu a função de vocalista de serviço, sendo acompanhado por Carlos Antunes (guitarra portuguesa) e Francisco Carriço (viola), que generosamente aceitaram o convite que lhes foi dirigido e abrilhantaram uma manhã inesquecível para os utentes da URDP.

Quem ...

Ler mais

Professor da APCC é responsável por formação sobre utilização das TIC no desenvolvimento musical… na Eslováquia

O professor de música e musicoterapeuta da APCC Paulo Jacob foi convidado para assegurar a formação de um grupo de técnicos e utentes do centro comunitário de reabilitação Gaudeamus, da Eslováquia. O programa da ação incidirá sobre a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação no processo de desenvolvimento musical e realizar-se-á amanhã, na sede daquela organização, em Bratislava.

Nesta formação, de caráter essencialmente prático, será feita uma contextualização sobre técnicas e estratégias de intervenção musical com pessoas com deficiência, explorar-se-ão diversos recursos (software e hardware) passíveis de serem utilizados nesse contexto e serão ainda realizadas dinâmicas sonoras e musicais de grupo. Na base dos conteúdos apresentados estará a própria prática da APCC nesta área, nomeadamente o trabalho realizado com os grupos 5ª Punkada e Ligados às Máquinas.

Ler mais

5ª Punkada no “Isto é PARTIS” com músicos da Orquestra de Câmara Portuguesa e da CERCIOEIRAS

Nos seus mais de 20 anos de carreira, os 5ª Punkada já fizeram muita coisa e tocaram nos mais variados palcos, em Portugal e no estrangeiro, mas esta vai ser uma estreia: tocar com músicos de uma orquestra de câmara. Vai ser no dia 27 de janeiro, em Lisboa, que os quatro membros do grupo pop/rock da APCC irão dividir o palco com o grupo Notas de Contacto e instrumentistas da Orquestra de Câmara Portuguesa.

A iniciativa, denominada “O Som da Igualdade” e inserida no encontro “Isto é PARTIS”, pretende unir pessoas e estilos diferentes através da música, demonstrando que através da liberdade criativa não existem barreiras para a comunicação e para o desenvolvimento artístico.

Ler mais