Sandra Semedo mais rápida do que nunca, no Campeonato da Europa de Para-Atletismo

A atleta Sandra Semedo conseguiu atingir a final conjunta RR2 e RR3 na distância dos 100 metros em tricicleta, no Campeonato da Europa de Para-Atletismo, que está a decorrer na Alemanha. Apesar de ter sido colocada a competir com várias atletas de uma categoria mais rápida do que a sua, a triciclista da APCC não se deu por vencida e deu o seu melhor nas duas corridas que disputou, tendo mesmo batido o seu recorde pessoal durante a meia-final.

Na corrida decisiva, a Sandra terminou no sétimo lugar e foi a terceira melhor entre as corredoras da categoria RR2, naquela que foi uma prova história, uma vez que foi a primeira vez que a tricicleta foi incluída no programa de um Campeonato da Europa de Para-Atletismo. Um momento que foi ainda partilhado por Ana Nunes, treinadora da APCC e atual selecionadora nacional de tricicleta.

Este foi ainda o ponto final numa temporada a todos os títulos excecional para a Sandra Semedo, durante a qual conquistou quatro medalhas nos Jogos Mundiais da Paralisia Cerebral (tem agora nada mais nada menos do que nove medalhas em representação de Portugal em provas internacionais) e revalidou de novo os seus títulos de campeã nacional em todas as distâncias da sua categoria.

O Campeonato da Europa de Para-Atletismo 2018, que decorre sob a égide do Comité Paralímpico Internacional, teve início a 20 de agosto e prolonga-se até dia 26, em Berlim. Participam cerca de 600 participantes (23 dos quais portugueses), oriundos de 40 países.

A tricicleta – uma modalidade disputada em pistas de atletismo, em que os atletas correm com os pés num equipamento com três rodas e três apoios – começou a ser praticada há mais de década e meia, tendo sido retomada com maior entusiasmo em 2013, sendo atualmente um dos vários desportos desenvolvidos na instituição, como o boccia, a natação ou o futebol em cadeira de rodas elétrica. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=38.