Ligados às Máquinas atuam amanhã no ASSOL Fest, em Oliveira de Frades

Sábado, 6 de julho, será um bom dia para ir a Oliveira de Frades… Desde logo, porque é o segundo dia do ASSOL Fest, uma iniciativa com as características de um festival de Verão que celebra os 30 anos da ASSOL – Associação de Solidariedade Social de Lafões, e depois porque, entre os artistas que subirão ao palco desse evento, vão estar os Ligados às Máquinas, a orquestra de samples da APCC!

Portanto, já sabe: pelas 18H00, é imperativo estar no Largo da Feira, para não perder um só momento de um concerto inesquecível, em que hip-hop, rock, techno, fado, blues, world music, música erudita e música concreta se cruzam com sons da publicidade ou de séries televisivas, criando uma verdadeira manta de retalhos sonora. As composições apresentadas são originais e criadas com recurso à utilização de samples sonoros escolhidos e recolhidos pelos membros do grupo, de acordo com as suas influências e referências pessoais.

Os Ligados às Máquinas vão assim juntar mais uma ‘escala’ a um percurso que os levou já a atuar em nome próprio em Coimbra, Porto, Mealhada, Aveiro, Seia, Condeixa, Viseu, Penela e Cantanhede, ou a participar em projetos colaborativos como a orquestra comunitária ‘Nós 19’ ou o Concerto Final da 7ª Semana Aberta do Jazz (com os alunos do Curso Profissional de Jazz do Conservatório de Música de Coimbra). O grupo é atualmente constituído por Andreia Matos, António Abreu, Fátima Pinho, Hélia Maia, Jorge Arromba, José Miguel Morgado, Luís Capela, Pedro Falcão e Sérgio Felício, sendo dirigido pelo professor de música Paulo Jacob.

O ASSOL Fest decorre hoje e amanhã e inclui espetáculos de música e workshops (yoga do riso, zumba, bolas de sabão, técnicas de defesa pessoal, karaoke, danças tibetanas, jogos tradicionais e muito mais), havendo também a possibilidade de acampar no recinto. No dia 6, após a atuação dos Ligados às Máquinas, terão lugar concertos dos Com Cordas, Sérgio Lucas e Samuel Úria. A entrada é livre em todas as atividades.

A música faz parte do quotidiano da APCC, onde se atua ao nível da musicoterapia, educação musical adaptada e expressão musical adaptada, além de serem dinamizados vários grupos, que percorrem estilos que vão da música experimental ao pop/rock ou à música tradicional portuguesa. Pode saber mais sobre a atividade do Departamento de Música da instituição em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=163.