O que andam a fazer os novos voluntários europeus? Não é fácil fazer um resumo…

‘Voar’ com o grupo da Expressão Corporal, nadar na sessão de hidroterapia, saltar na aula de expressão físico-motora, cavar a terra na Quinta Pedagógica… Há muitas coisas novas a acontecer na vida do Alexander Brzuska, do Emanuele Macaggni, da Emma Denis e da Maria Kürbis nos últimos dias. Porque este é um período de apresentações: destes quatros novos voluntários europeus aos utentes, colaboradores e outros voluntários da APCC, mas também, a eles, dos diversos serviços e respostas da instituição, com os quais irão colaborar ao longo dos próximos seis meses.

Assim, até ao final desta semana, entre o Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral e a Quinta da Conraria, terão ficado a conhecer um pouco sobre terapia ocupacional, psicomotricidade, hipoterapia ou musicoterapia, mas também artes manuais, culinária, música, teatro e desporto, por exemplo. Depois, e antes ainda de ficarem a conhecer as unidades residenciais, terão as aulas do curso de português na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, seguindo-se então, finalmente, a integração no quotidiano da Associação.

Enquanto estiverem na APCC, terão ainda a oportunidade de desenvolver os seus projetos pessoais e serão acompanhados por mentores – ex-voluntários, a quem caberá ajudar na integração e apoiar nos mais variados aspetos que sempre podem surgir quando se chega a um sítio com costumes e culturas diferentes.

Aliás, foi já ‘investida’ nesse papel que, no final da semana passada, a Inês Gomes (que começou por ser voluntária nacional e acabaria por experimentar o voluntariado internacional, tendo estado na Alemanha) foi convidada pelos quatro voluntários europeus para um jantar preparado pelo próprio Emanuele. Mas, como a APCC é uma casa multicultural, a Inês não foi a única a receber um convite: a Réka Szövenyi-Lux, uma estudante da Universidade Károli Gáspár (Budapeste) que está a realizar um estágio na Associação, e o Pedro Soares, estagiário na área de psicologia, também se juntaram a esta impressionante cimeira gastronómica!

O Alexander (Polónia), a Emma (França), o Emanuele (Itália) e a Maria (Alemanha) estão em Coimbra ao abrigo do Corpo Europeu de Solidariedade e integram o projeto 2019-2-PT02-ESC11+006176, Juventude em Ação. No âmbito deste programa europeu, e através do projeto “Holding Hands With Other Abilities”, a APCC já recebeu mais de 40 voluntários europeus e enviou para programas no estrangeiro mais de uma dezena de jovens portugueses.

A atividade de voluntariado na Associação procura envolver voluntários europeus e voluntários nacionais, por acreditarmos que assim se promove o multiculturalismo e se potencia o desenvolvimento de competências sociais necessárias a uma cidadania ativa. Podem saber mais sobre todas as possibilidades de voluntariado na APCC consultando a página do Gabinete de Voluntariado, em www.apc-coimbra.org.pt/?page_id=722.