fbpx

Projetos

Line Break: parceiros preparam próximos passos deste projeto de râguebi inclusivo ‘nascido’ na APCC

A APCC juntou esta semana os parceiros do projeto Line Break – Rugby Inclusivo para uma reunião, à distância, que serviu para avaliar o estado atual desta iniciativa, as alterações provocadas pela situação sanitária em Portugal e os próximos passos. O objetivo foi auscultar a opinião de todos os envolvidos, de forma a garantir que o projeto continuará a ser desenvolvido, independentemente das especificidades dos tempos que atravessamos.

Marcaram presença representantes da APCC (promotora do projeto) e dos restantes parceiros: ARCIL, APPACDM de Vila Nova de Poiares e Comité Regional de Rugby do Centro. Num espírito de grande abertura e proatividade de todos os participantes, foi possível abordar a visão estratégica de médio prazo para o projeto e ações mais imediatas já em desenvolvimento.

Ler mais

MAGISTER terminou: projeto da APCC com parceiros europeus formou meia centena de profissionais da área da saúde mental

Quando foi iniciado, há sensivelmente dois anos, o projeto europeu MAGISTER anunciou pretender contribuir para aumentar a inclusão social de pessoas afetadas por alguma forma de doença mental, através da melhoria dos serviços prestados pelos profissionais dessa área. Agora que chegou ao fim, o balanço é positivo: foram formados 48 técnicos de Portugal e da Roménia e dez tornaram-se eles próprios formadores, garantindo dessa forma o impacte de longo prazo do projeto.

Estima-se que possam beneficiar de forma direta do MAGISTER mais de 1500 pessoas com necessidades especiais de saúde mental, com quem os profissionais envolvidos trabalham quotidianamente, dando assim concretização prática a um percurso que foi completado na passada sexta-feira – em formato online – com as derradeiras horas de formação das 384 previstas para a capacitação na gestão de casos de ansiedade e depressão.

Ler mais

No Dia Mundial do Cinema, APCC vai mostrar pela primeira vez duas curtas criadas pelos colaboradores e utentes da instituição

E se vos disséssemos que a Quinta da Conraria já foi uma espécie de Cidade do Cinema da APCC? Foi em 2011 e 2016 que as indicações de “Luzes! Câmara! Ação!” se repetiram inúmeras vezes naquele espaço, dando o mote para a rodagem das curtas-metragens “A Ascensão e Queda de Agá” e “Mudo”, da responsabilidade de colaboradores e utentes da instituição.

Estes dois filmes foram exibidos internamente, mas nunca chegaram a marcar encontro com um público alargado, e por isso, nestes tempos em que damos por nós a vasculhar o baú e a (re)encontrar memórias, que melhor oportunidade pode haver para os estrear do que a iminente celebração do Dia Mundial do Cinema? É isso que vai acontecer no próximo dia 5 de novembro!

Ler mais

“O Museu de Nós!”: ateliê online ‘trouxe’ experiência do “Museu da Existência” à Quinta da Conraria

Quando a ideia d’”O Museu de Nós!” – um espaço onde serão guardadas as histórias que fazem parte da APCC – começou a nascer, teve desde logo como inspiração o Museu da Inocência, de Orhan Pamuk, distinguido com o Prémio Museu Europeu do Ano 2014. E esta era uma influência partilhada com o espetáculo/exposição “Museu da Existência”, que a companhia de teatro Amarelo Silvestre estreou em 2016.

Foi, por isso, um encontro de dois universos distintos, mas com muito em comum, o que aconteceu no final da semana passada, quando a professora Mariana Nunes e os membros do grupo de teatro Sala T se juntaram na Quinta da Conraria para um ateliê online com Fernando Giestas, dramaturgo e cofundador daquele coletivo teatral sedeado em Nelas. O propósito anunciado era que todos partilhassem um pedaço da sua memória, contribuindo dessa forma para o desenvolvimento d’”O Museu de Nós!”

Ler mais

Projeto MAGISTER: formação de profissionais em saúde mental de Portugal e Roménia teve primeira sessão online

Foi em março deste ano que a APCC, juntamente com parceiros da Áustria e da Roménia, iniciou a fase de formação de profissionais no âmbito do projeto europeu MAGISTER, que pretende promover a qualidade dos serviços prestados na área da saúde mental. Mas com a pandemia da Covid-19 a obrigar a mudar planos aos mais variados níveis, também neste caso foi necessário reprogramar, no sentido de cumprir o objetivo de qualificar quadros de organizações portuguesas e romenas.

Foi assim que, na passada semana, decorreu o primeiro módulo online deste projeto, integrado numa série dedicada à gestão de casos de ansiedade e depressão. Participaram 23 técnicos de diversas instituições, com a formação a ficar a cargo de colaboradores da APCC, da Organização Humanitária Concordia, da Fundação Estuar e da Universidade de Ciências Aplicadas de Vorarlberg.

Ler mais