Projetos

APCC é parceira em projeto europeu para melhorar a qualidade de vida das pessoas com doença mental e que envolve técnicos e forças de segurança

Pessoas com doença mental, técnicos de instituições e agentes das forças de segurança: todos estão envolvidos nos objetivos e no desenvolvimento do projeto TRUST – Tailoring Law and Health Initiatives to promote Inclusion on Mental Illness, em que a APCC é parceira do Centro de Direito Biomédico da Universidade de Coimbra e de outras entidades da Espanha, Holanda e Roménia.

Os impactos diretos da iniciativa passam por, junto das pessoas com perturbações mentais, promover a qualidade de vida, reforçar a autodeterminação e alcançar progressos na educação e formação. Junto dos agentes policiais, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a área da saúde mental e a capacidade de comunicação com aquelas pessoas, bem como prepará-los para intervir em situações de crise. Já com os técnicos, propõe-se aumentar as suas qualificações e promover uma melhor relação com esta população.

Assim...

Ler mais

Exposição “Insetos” já foi inaugurada: até 28 de dezembro, até os mais impressionáveis podem passar pela Quinta da Conraria

Na Sala O2 da APCC, o ritmo de trabalho é elevado: ainda há três semanas era inaugurada uma exposição de autorretratos na forma de fantoches, e já ontem mesmo mais uma mostra de trabalhos realizados pelos utentes daquele espaço abriu portas. Desta vez, tratam-se de linoleogravuras com representações (e interpretações) de insetos, que ficarão patentes até ao dia 28 de dezembro.

O processo de criação destas obras foi intenso e didático: tudo começou pelos desenhos, que foram depois passados para placas de linóleo, que seriam por sua vez recortadas com goivas e usadas como matriz para a gravação com tintagem e impressão, com prensa, em papel. O resultado final são as 17 linoleogravuras agora exibidas, e que foram também impressas em séries curtas – de cinco e dez unidades – com valor de coleção, podendo ser adquiridas durante o tempo da exposição.

Ler mais

Há insetos na Quinta da Conraria… mas não são esses em que estão a pensar!…

“Insetos” é o nome da nova exposição da Sala O2 da Quinta da Conraria e vai ser inaugurada no dia 3 de dezembro, pelas 10H00. Trata-se de um conjunto de cerca de duas dezenas de linoleogravuras, produzidas pelos utentes daquela resposta do Centro de Atividades Ocupacionais da APCC, em que a observação direta se cruza com a imaginação, criando representações pessoais e únicas desse que é o mais diversificado grupo de animais existente.

A linoleogravura é um processo que consiste em recortar manualmente com goivas uma placa de linóleo, que é depois usada como matriz para proceder à técnica da gravura com tintagem e impressão, com prensa, em papel. Para esta coleção, foram impressas séries curtas – de cinco e dez unidades – com valor de coleção, que poderão ser adquiridas durante o tempo da exposição.

Ler mais

Colaboradores da APCC e parceiros europeus avaliam inovações nos serviços às famílias, em semana de formação a decorrer em Coimbra

Através do Projeto LIFE, a APCC e os seus parceiros internacionais procuram desenvolver novas qualificações, produtos de formação e metodologias que conduzam a intervenções mais eficazes no trabalho com famílias em situações complexas e de múltiplas dificuldades. É com este enquadramento que cerca de trinta profissionais e académicos de Portugal, Eslovénia, Itália, Noruega e Suécia se encontram atualmente em Coimbra para uma semana intensa de formação.

Ao longo dos próximos dias, serão avaliadas particularmente as micro-inovações que cada profissional – de áreas como o serviço social, o bem-estar infantil, a saúde mental, a segurança social ou a educação – aplicou no trabalho diário na sua instituição, após ter sido verificada a necessidade de introdução das mesmas numa r...

Ler mais

APCC procura encontrar respostas inovadoras na reabilitação, em projeto que promove a mobilidade e a aprendizagem dos colaboradores

Numa instituição como a APCC, é essencial procurar sempre melhorar a qualidade dos serviços prestado às pessoas com deficiência, encontrando respostas inovadoras para os desafios colocados pelos novos paradigmas sociais e económicos. Foi neste contexto que um grupo de colaboradores da Associação esteve na Noruega, para realizar um programa de formação no campo da reabilitação da paralisia cerebral.

Entre os dias 5 e 9 de novembro, foi possível àqueles profissionais conhecer as práticas e o enquadramento da atividade do Centro Hospitalar de Vestfold – um hospital regional com valências reconhecidas ao nível do diagnostico, avaliação funcional e tratamento – através da observação direta do trabalho desenvolvido e de visitas às infraestruturas e serviços associados.

Ler mais