fbpx

No Centro de Reabilitação, houve uma Festa de Natal feita de partilha e celebração em família!

Afinal, o que é importante no Natal? Há, certamente, muitas possibilidades de resposta, mas na APCC acreditamos que tem tudo a ver com partilha, o que faz desta uma época tão especial… porque partilha é uma palavra-chave no quotidiano da instituição, que se expressa em todas as atividades e justifica, por exemplo, por que a Festa de Natal no Centro de Reabilitação é sempre feita pela comunidade APCC para a comunidade APCC!

Assim sucedeu, mais uma vez, no final da passada semana, com as crianças do Semi-Internato, os seus familiares, trabalhadores e dirigentes da Associação, todos reunidos para assistir a um verdadeiro desfile de talento, mas também fazer parte dele! Foi o que aconteceu na primeira atuação, juntando os mais pequenos e os mais crescidos numa emocionante dramatização, e nos números finais, em que foram os adultos a cantar e dançar para alegria generalizada!

Ler mais

“Diante de Mim”, o novo single dos 5ª Punkada, é editado hoje!

Ai quanta fome e sede eu tenho / Não é de pão, não é de água / É de quem está diante de mim / E quem não canta com esta vontade / Mente o que sente a toda a gente. São as primeiras palavras de “Diante de Mim”, a nova canção dos 5ª Punkada, que é também um single de celebração dos 30 anos da banda pop/rock da APCC e ainda a primeira amostra do novo disco em que já estão a trabalhar. E é lançada hoje!

Fausto Sousa (voz e soundbeam), Fátima Pinho (teclas), Jorge Maleiro (guitarra e voz), Miguel Duarte (bateria) e Paulo Jacob (guitarra e voz) mostram neste tema ser uma banda cada vez mais coesa, depois de, com esta formação, terem lançado o primeiro disco do grupo, realizado uma digressão em Portugal e outra pela Europa, tocado em festivais de verão e subido ao palco da digressão dos Coldplay para tocarem uma das suas canções com a banda inglesa. Tudo isto em dois anos absolutamente frenéticos e inesquecíveis!

Ler mais

Musicoterapeuta leva exemplo da APCC na utilização da tecnologia para a criação musical a encontro internacional na Casa da Música

É indiscutível o papel que a tecnologia desempenha nas nossas vidas diárias, melhorando muitas das atividades humanas, contribuindo para suprir lacunas e superar os obstáculos que a sociedade ainda não foi capaz de resolver, em particular no caso das pessoas com deficiência. Mas que estratégias e oportunidades pode a tecnologia proporcionar no domínio das artes? É a essa e a outras questões relacionadas com este tema que Paulo Jacob vai procurar responder, amanhã, no âmbito do PEMS 2023 (Porto Electronic Music Symposium).

O musicoterapeuta e professor de música da APCC participará numa mesa-redonda com o tema “Acessibilidade e inclusão através da arte e tecnologia”, em que abordará o trabalho realizado na instituição naquele campo, em particular com os grupos 5ª Punkada e Ligados às Máquinas, mas não só. Na discussão participará também Marco Paiva, da plataforma Terra Amarela, estando a moderação a cargo de José Alberto Gomes.

Ler mais

Inclusão, ambiente e desporto: utentes da APCC participaram em atividade de plogging em Miranda do Corvo

Foi um testemunho da possibilidade efetiva de conciliar num mesmo evento fatores que são decisivos para a construção de uma sociedade melhor: a inclusão social, a consciencialização ambiental e a prática desportiva. No passado dia 8 de dezembro, decorreu em Miranda do Corvo mais uma edição do Evento de Plogging Inclusivo, promovido pela Associação Abutrica, que contou com a participação de um grupo de utentes das unidades residenciais da APCC!

Para quem não conhece, plogging é uma atividade que combina correr com apanhar lixo – fundindo os verbos suecos plocka upp (apanhar) e jogga (correr) no novo verbo plogga – e que, neste caso, foi mesmo focada na vertente de limpeza dos espaços públicos. Mas não foi preciso aprender nenhuma língua estrangeira para conseguir demonstrar o poder das iniciativas comunitárias, mas também a importância de estas serem abertas à participação de todos.

Ler mais

Município de Anadia volta a reconhecer mérito desportivo da triciclista Sandra Semedo

Pela segunda vez na carreira, a atleta Sandra Semedo recebeu um Prémio de Mérito Desportivo do Município de Anadia, repetindo uma distinção que já havia alcançado em 2019. A entrega do galardão, respeitante à época 2022/2023, aconteceu ontem, no âmbito da Gala de Desporto organizada pela autarquia daquela cidade do distrito de Aveiro, que decorreu no Cineteatro Anadia.

Na época passada, a triciclista da APCC sagrou-se campeã nacional dos 100, 400 e 800 metros da classe RR2, o que lhe permitiu chegar a um total de 34 títulos já conquistados. Em termos internacionais, conquistou ainda três medalhas nos Jogos Mundiais da IWAS e uma na Taça Internacional de Tricicleta. Por estes resultados, a atleta residente em Anadia havia já recebido (igualmente pela segunda vez) o Prémio Mérito Desportivo do Jornal da Bairrada.

Ler mais