Quinta da Conraria

Exposição “Insetos” já foi inaugurada: até 28 de dezembro, até os mais impressionáveis podem passar pela Quinta da Conraria

Na Sala O2 da APCC, o ritmo de trabalho é elevado: ainda há três semanas era inaugurada uma exposição de autorretratos na forma de fantoches, e já ontem mesmo mais uma mostra de trabalhos realizados pelos utentes daquele espaço abriu portas. Desta vez, tratam-se de linoleogravuras com representações (e interpretações) de insetos, que ficarão patentes até ao dia 28 de dezembro.

O processo de criação destas obras foi intenso e didático: tudo começou pelos desenhos, que foram depois passados para placas de linóleo, que seriam por sua vez recortadas com goivas e usadas como matriz para a gravação com tintagem e impressão, com prensa, em papel. O resultado final são as 17 linoleogravuras agora exibidas, e que foram também impressas em séries curtas – de cinco e dez unidades – com valor de coleção, podendo ser adquiridas durante o tempo da exposição.

Ler mais

Há insetos na Quinta da Conraria… mas não são esses em que estão a pensar!…

“Insetos” é o nome da nova exposição da Sala O2 da Quinta da Conraria e vai ser inaugurada no dia 3 de dezembro, pelas 10H00. Trata-se de um conjunto de cerca de duas dezenas de linoleogravuras, produzidas pelos utentes daquela resposta do Centro de Atividades Ocupacionais da APCC, em que a observação direta se cruza com a imaginação, criando representações pessoais e únicas desse que é o mais diversificado grupo de animais existente.

A linoleogravura é um processo que consiste em recortar manualmente com goivas uma placa de linóleo, que é depois usada como matriz para proceder à técnica da gravura com tintagem e impressão, com prensa, em papel. Para esta coleção, foram impressas séries curtas – de cinco e dez unidades – com valor de coleção, que poderão ser adquiridas durante o tempo da exposição.

Ler mais

Já foi inaugurada a exposição “Persona”: fantoches que são retratos de utentes da APCC

Foi a primeira aparição pública da Romi, do Macacos, do Elogios, da Piolha, do Saltitão, da Mari, da Amargo, da Miau, da Dourada, do Pedrinho, do Kiko, do Nacol, do Cristiano, do Raimundo, do Eiló, do Panhóco, do Espetilão, da Princesa, do Cocas, e do Sapo. Quem são eles? São os fantoches que também são autorretratos dos utentes da Sala O2 da APCC, reunidos na exposição “Persona”, inaugurada na passada sexta-feira.

Esta foi também a primeira oportunidade para conhecer alguns dos autores – que são a Ana Margarida, o Titó, o Arménio, a Carina, o Carlos, a Cristina, a Dina Maria, a Dora, a Isabel, o João Pedro, o Jorge, o Kuís, o Marcelo, o Pedro, o Rafael, o Ricardo, o Ricardo André, a Rita Joana, o Sandro e o Vitor – e de perceber a dinâmica de trabalho e de criação daquele espaço.

Ler mais

Formação em hipoterapia e equitação terapêutica, em dezembro: inscreva-se já!

Pode já inscrever-se para mais um curso de formação em hipoterapia e equitação terapêutica, da responsabilidade da APCC. Esta iniciativa decorrerá de 17 a 21 de dezembro, sendo dirigida a profissionais das áreas social, da saúde e da educação, profissionais do domínio equestre, estudantes e todos os que pretendem integrar equipas multidisciplinares na habilitação de pessoas em situação de desvantagem.

Dado totalmente em ambiente equestre – na Quinta da Conraria (Ceira) – e com uma forte componente prática, o curso terá como objetivos dotar os formandos de conhecimentos teóricos e práticos básicos sobre: o cavalo, terminologia, comportamento e diferentes andamentos; as diferentes abordagens: hipoterapia, equitação terapêutica, equitação adaptada, desporto e lazer, etc.; o papel do acompanhante.

Ler mais

A Feira foi uma festa: APCC evocou as colheitas e celebrou a chegada do outono

Alguns não perderam a oportunidade de levar para casa as mais frescas alfaces. Outros escolheram as mais reluzentes maçãs. Houve os que tentaram a sua sorte na quermesse e os que se enamoraram por magníficas serigrafias. Muitos não resistiram às ‘obrigatórias’ castanhas assadas e muitos outros renderam-se aos ritmos animados dos Semp’a Bombar e do DJ Punk.

Houve (quase) de tudo para toda a gente, em mais uma edição da Feira das Colheitas da APCC, que se realizou no passado dia 9 de novembro. Foi um dia em grande, celebrando os sabores, saberes e artes do outono e desfrutando dos muitos encantos da vida rural. E se para o fim de semana se previa a chegada da Depressão Beatriz, nós antecipámos o São Martinho com um grande vendaval de alegria!

Ler mais