Parceiros de projeto europeu sobre utilização das TIC na educação musical reuniram em Coimbra (e até puderam escutar os Ligados às Máquinas)

Desde o início de 2017 que a APCC e outras oito organizações europeias têm vindo a trabalhar em conjunto no projeto “Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação Musical”, com o propósito de promover formas de aprendizagem mais eficientes através da utilização da tecnologia no ensino da música. Neste âmbito, teve lugar no final da passada semana, em Coimbra, a reunião final da iniciativa, que juntou representantes de todos os parceiros refletiram sobre o trabalho realizado.

A ocasião serviu refletir sobre as ações levadas a cabo e também para apresentar o trabalho desenvolvido pela APCC neste contexto – as estratégias e os recursos utilizados pela incorporar a tecnologia nas vertentes terapêutica, recreativa, educacional e artística da abordagem à música na instituição – o que permitiu, por exemplo, que os participantes no encontro assistissem a um ensaio dos Ligados às Máquinas, a orquestra de samples cujos membros apresentam as suas composições originais fazendo ‘disparar’ amostras sonoras (de canções ou de sons da televisão e da publicidade) utilizando o corpo da forma mais conveniente a cada um, utilizando um hardware específico.

Em termos globais, este projeto possibilitou aos envolvidos não só partilhar formas de utilização da tecnologia enquanto base para experiências musicais e para a exploração de semelhanças, diferenças e diversidades culturais, mas também conhecer (e dar a conhecer) instrumentos tradicionais e léxicos musicais próprios dos países de cada um dos parceiros: Portugal, Bulgária, Eslováquia, Grécia, Itália, Malta, Roménia e Turquia.

Esta iniciativa envolveu, além da APCC, as seguintes organizações: Konak Halk Eğitim (Turquia), CCIP (Itália), CEIPES (Itália), EUni Partners (Bulgária), HIC (Eslováquia), IDEC (Grécia), Liceul Tehnologic Agricol (Roménia) e Paragon Europe (Malta). Antes do encontro final, foram realizadas oito reuniões de trabalho, tendo como anfitriões cada um daqueles parceiros.

Num resultado indireto do projeto, o professor de música e musicoterapeuta da APCC Paulo Jacob foi convidado para realizar uma ação de formação de um grupo de técnicos e utentes de um centro de reabilitação eslovaco, que incidiu sobre a utilização das TIC no processo de desenvolvimento musical.

O projeto “Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação Musical” é uma das várias parcerias desenvolvidas no âmbito da atividade do Gabinete de Projetos da APCC, sendo outros exemplos, entre muitos mais, os projetos LIFE (que pretende formar profissionais para dar respostas mais eficientes a famílias em situações complexas e de múltiplas dificuldades) ou DARE (no campo da assistência domiciliária). Pode conhecer outros, atuais ou já concluídos, em www.apc-coimbra.org.pt/?cat=8.