APCC é parceira em projeto europeu para melhorar a qualidade de vida das pessoas com doença mental e que envolve técnicos e forças de segurança

Pessoas com doença mental, técnicos de instituições e agentes das forças de segurança: todos estão envolvidos nos objetivos e no desenvolvimento do projeto TRUST – Tailoring Law and Health Initiatives to promote Inclusion on Mental Illness, em que a APCC é parceira do Centro de Direito Biomédico da Universidade de Coimbra e de outras entidades da Espanha, Holanda e Roménia.

Os impactos diretos da iniciativa passam por, junto das pessoas com perturbações mentais, promover a qualidade de vida, reforçar a autodeterminação e alcançar progressos na educação e formação. Junto dos agentes policiais, pretende-se aumentar o conhecimento sobre a área da saúde mental e a capacidade de comunicação com aquelas pessoas, bem como prepará-los para intervir em situações de crise. Já com os técnicos, propõe-se aumentar as suas qualificações e promover uma melhor relação com esta população.

Assim, são objetivos do projeto TRUST: melhorar a qualidade de vida das pessoas com doença mental, assegurando o seu adequado encaminhamento para os serviços de saúde e potenciando o seu acesso a serviços baseados na comunidade, que promovam o seu sentido de pertença; melhorar o acesso das pessoas com perturbações mentais à informação, formação e educação, proporcionando-lhes ofertas de formação à medida que atendam especificamente às suas necessidades e características; permitir que as pessoas com doença mental mantenham as suas trajetórias nas instituições onde usufruem de experiências profissionais, educacionais ou ocupacionais; e promover práticas inovadoras de educação e formação profissional, oferecendo oportunidades de formação especializada para as forças de segurança.

Tendo já sido realizadas três reuniões de trabalho transnacionais – a última das quais decorreu em Barcelona, no final do passado mês de novembro – as atividades deste projeto irão prosseguir e resultarão na elaboração de um programa de treino especializado sobre saúde mental para as forças policiais e três documentos de referência: um relatório sobre como as pessoas com doença mental e as forças de segurança se veem mutuamente, um manual para pessoas com doença mental dedicado à justiça e à saúde e um manual sobre práticas cooperativas em educação, saúde e justiça.

Além da APCC e do Centro de Direito Biomédico da Universidade de Coimbra, o projeto TRUST tem como parceiros a Fundação Estuar (Roménia), o Instituto de Investigação em Cuidados e Saúde Pública da Universidade de Maastricht (Holanda) e a Spora Sinergies (Espanha). Este projeto é financiado pelo programa Erasmus +.

É igualmente através daquele programa europeu que são desenvolvidos, pela ou com a parceria da APCC, projetos como o “+ FUTURO, Estratégias de Especialização Inteligente em Reabilitação na Área da Paralisia Cerebral”, o “ICT in Music Education” ou o “LIFE”, geridos pelo Gabinete de Projetos da instituição. Pode saber mais em www.apc-coimbra.org.pt/?cat=8.