Oficina do Brinquedo

No Congresso de Educação Emocional, poderá conhecer melhor o “Coimbra a Brincar”, a Oficina do Brinquedo e a Ludoteca da APCC

A Oficina do Brinquedo, a Ludoteca “O Dragão Brincalhão” e o “Coimbra a Brincar”: são estas as três dimensões do trabalho da APCC que estarão ‘presentes’ no 3º Congresso de Educação Emocional, que terá lugar nos dias 30 e 31 de maio e em que serão destacados projetos que promovam o jogo, a brincadeira ou o lúdico, salientando as emoções, o conhecimento, a expressão e a regulação emocional no contexto de um crescimento saudável e feliz de todas as crianças.

No primeiro dia, os jogos ampliados pela Oficina do Brinquedo e o trabalho da Ludoteca farão parte de um conjunto de estações de aprendizagem, visitáveis no Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, a partir das 14H30. No dia seguinte, o “Coimbra a Brincar” será o tema de uma intervenção com o título “Brincar e Crescer saudável… com as Emoções!”, a cargo de Teresa Paiva, pelas 17H30, na Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.

A uni...

Ler mais

ESEC recebeu ateliê da Oficina do Brinquedo da APCC, para docentes e alunos belgas

Na Oficina do Brinquedo da APCC, fazem-se coisas espantosas: há brinquedos que são criados de raiz, muitos outros que são adaptados ou ampliados e mais uns quantos que são recuperados, tudo para que cada um possa ser usado por crianças com dificuldades motoras ou qualquer outra que com ele queira brincar.  É uma equipa fantástica, habituada a colocar pedais em peluches, a construir dados e tabuleiros de jogo gigantes e a enfrentar outros desafios, sempre com um sorriso.

Foi por isso com naturalidade que recebemos o convite da Escola Superior de Educação de Coimbra para realizar um ateliê para professores e estudantes de Educação Básica do Colégio Católico Vives (Katholieke Hogeschool Vives). Este grupo, originário de Kortrijk, na Bélgica, está a realizar uma visita àquela instituição de ensino superior portuguesa, com enfoque em práticas inclusivas na educação básica, pelo que conhecer o trabalho da Oficina do Brinquedo era ‘obrigatório’.

Ler mais

Brincadeira na Ludoteca e brinquedos para a Oficina, ou a história de uma nova visita das crianças do Colégio de São José à APCC

Não é a primeira vez que acontece, mas isso só faz com que, a cada repetição, o momento se torne mais especial… A turma do 4º ano do Colégio de São José visitou recentemente a Ludoteca “O Dragão Brincalhão” para experimentar a dinâmica “Ratatui à parte… hoje o Chef sou eu!” e, apesar de brincar ser um motivo extremamente válido para quebrar a rotina, não foi só isso que vieram fazer à APCC: também vieram rever amigos e partilhar!

É preciso explicar duas coisas: a venda de bolos cujo destino da receita é depois decidido pelos próprios alunos é uma prática habitual na turma e foi dessa forma que lhes foi possível comprar vários brinquedos que foram agora entregues à Oficina do Brinquedo da APCC; e os amigos que reencontraram foram as crianças do Jardim de Infância da Associação, que ajudaram a desembrulhar as ofertas e puderam imaginar desde logo as brincadeiras que elas lhes proporcionarão.

Mas n...

Ler mais

E a CRITICAL Software ‘transformou-se’ outra vez em Oficina do Brinquedo…

Podemos talvez dizer que foi uma espécie de workshop intensivo de adaptação de brinquedos, com componente prática, realizado numa espécie de espaço de recreio para engenheiros… Não é fácil descrever o que aconteceu ontem na sede da empresa CRITICAL Software, com a cumplicidade da equipa da Oficina do Brinquedo da APCC, mas é muito mais simples descrever o que dali resultou: muitos brinquedos adaptados, para que crianças com limitações ao movimento possam brincar com eles, e provavelmente ainda mais sorrisos nas caras de todos os envolvidos!

Mas vamos tentar dar mais pormenores… Na Oficina do Brinquedo, entre outras coisas, adaptam-se brinquedos ‘normais’ de forma a que se tornem acessíveis a todos, nomeadamente a crianças com dificuldades motoras. No Fikalab da CRITICAL Software, os colaboradores da empresa têm um espaço para desenvolver projetos fora do âmbito da sua atividade profissional, alguns no campo da responsabilidade social. E foi então que alguém pensou «E porque não fazer algo em conjunto?»

Depoi...

Ler mais

APCC realizou certificação de competências adquiridas no projeto CriArte

O projeto CriArte, dinamizado pela Cáritas Diocesana de Coimbra e em que a APCC é um dos parceiros, foi lançado há pouco mais de um ano e tem vindo a contribuir para a aquisição de competências de autonomia e empregabilidade de mulheres residentes em bairros sociais. Agora, com a intervenção direta do Centro Qualifica da Associação, várias participantes da iniciativa viram aquelas aprendizagens serem reconhecidas formalmente.

O processo de RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) abrangeu 10 mulheres, tendo decorrido entre setembro e dezembro de 2016. Para o efeito, técnicos da APCC trabalharam diretamente com as formandas, no Centro Comunitário S. José da Cáritas de Coimbra, tendo no final sido obtidas duas certificações escolares ao nível do 4.º ano de escolaridade e oito ao nível do 6.º ano.

Ler mais