fbpx

CAVI

Utentes e assistentes pessoais são protagonistas de documentário sobre CAVI da APCC

Quando, no início de 2019, se iniciou a história do CAVI – Centro de Apoio à Vida Independente da APCC, talvez ninguém se tenha lembrado de dizer «Esta história dava um filme»… mas é isso mesmo que vai acontecer. Alguns dos utentes e assistentes pessoas que integram este projeto estão a ser acompanhados por uma equipa de produção, com o objetivo de ter a sua experiência retratada num documentário.

Este filme será rodado em três períodos distintos: no início deste caminho, com enfoque nas expetativas dos participantes, num segundo momento, de avaliação intermédia, e numa fase final, para balanço e avaliação. Quando finalizado, constituirá certamente um testemunho relevante para a instituição e para o próprio MAVI – Modelo de Apoio à Vida Independente.

Embor...

Ler mais

APCC leva experiência do CAVI a webinar (com inscrições abertas) da Rede Social de Coimbra sobre Direitos Humanos

Celebrado anualmente a 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos é o mote para um webinar que pretende suscitar a discussão em torno daquele tema e, em particular, do paradigma dos direitos das pessoas com deficiência. Esta é uma iniciativa gratuita, mas de inscrição obrigatória, que decorrerá na próxima sexta-feira, dia 11, entre as 10H00 e as 12H00.

A organização é do grupo de trabalho “Pessoas com Deficiência” da Rede Social de Coimbra, de que a APCC faz parte. Além de uma pequena apresentação sobre o trabalho realizado na habilitação e inclusão social da pessoa com paralisia cerebral e com outras condições de deficiência ou incapacidade, a Associação marcará ainda presença com uma intervenção sobre a atividade do seu CAVI – Centro de Apoio à Vida Independente.

Ler mais

APCC e outras entidades da Região Centro participaram em Encontro de Partilha CAVI

A APCC esteve presente no Encontro de Partilha CAVI, que teve lugar na passada sexta-feira, através da Internet, e foi organizado pelo Núcleo Regional do Centro da EAPN Portugal, com o objetivo de partilhar a experiência de instituições que asseguram a atividade de Centros de Apoio à Vida Independente (CAVI) naquela zona do país, identificando constrangimentos, potencialidades e recomendações.

Através da participação da coordenadora técnica Fernanda Maurício, foi dado testemunho, sob o ponto de vista da gestão e da operacionalização, do processo de implementação do CAVI da APCC, desde os diferentes desafios que foram superados, às vantagens que o projeto trouxe, tanto para a qualidade de vida dos beneficiários, como para o próprio cumprimento da missão da Associação.

Ler mais

APCC vai estar representada em webinar onde será feito balanço a nível nacional do Modelo de Apoio à Vida Independente

A APCC vai ‘levar’ a experiência do seu CAVI – Centro de Apoio à Vida Independente ao webinar “Boas práticas do apoio à vida independente: o que mudou?”, que terá lugar amanhã (16 de outubro), entre as 15H00 e as 16 H30. Esta é uma iniciativa do INR – Instituto Nacional para a Reabilitação, organizada com o objetivo de partilhar experiências e propostas de melhoria do MAVI – Modelo de Apoio à Vida Independente, criado há cerca de três anos.

A Associação estará representada por Fernanda Maurício, diretora técnica do CAVI/APCC, que será a moderadora do painel único, onde também intervirão outros responsáveis, assistentes pessoais, beneficiários e familiares ligados aos Centros do Centro de Paralisia Cerebral de Beja, da Associação Portuguesa de Neuromusculares, da Associação de Paralisia Cerebral Almada Seixal e da Associação de Paralisia Cerebral de Viseu.

Ler mais

Utentes avaliaram primeiro ano de funcionamento do CAVI da APCC

Foi há um ano que entrou em funcionamento o CAVI – Centro de Apoio à Vida Independente da APCC e a melhor forma de assinalar uma data ‘redonda’ como essa é analisar o que tem vindo a correr bem e o que ainda pode ser melhorado. Foi para isso que, ontem, se juntaram no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral utentes e responsáveis por aquele serviço, numa reunião que permitiu fazer a primeira avaliação integrada dos últimos 12 meses.

Assim, foram abordadas as mudanças que o CAVI permitiu até agora no modo e na qualidade de vida das 13 pessoas com deficiência já apoiadas pelo projeto e perspetivados os próximos passos. Entre eles, está o aumento do número de utentes e assistentes pessoais, na sequência da formação de novos profissionais que decorreu durante o passado mês de janeiro, que permitirá dar uma ainda melhor resposta perante o número de pessoas que pretendem dispor de assistência para o desenvolvimento de projetos de vida autónomos.

Ler mais