fbpx

Formação

Formação em Necessidades Educativas Especiais, dia 1 de abril, na APCC

É já no próximo dia 1 de abril que a APCC organiza mais uma ação de formação na área das Necessidades Educativas Especiais, para a qual se pode já inscrever. A iniciativa é dirigida a psicólogos, técnicos superiores de serviço social, docentes, educadores e animadores sociais, outros profissionais, estudantes, pais e encarregados de educação.

A sessão decorrerá entre as 09H30 e as 13H30, no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral de Coimbra (Rua Garcia d’Orta, Vale das Flores). O objetivo geral será discutir o conceito de Necessidades Educativas à luz da legislação e do atual entendimento sobre educação inclusiva. Serão abordados os seguintes temas: Legislação em vigor sobre inclusão de alunos com necessidades educativas especiais; O que entendemos, hoje, por necessidades educativas especiais; Práticas da Educação Inclusiva.

Ler mais

Oferta formativa da APCC com certificação da DGERT

170116_APCC_CertificacaoDGERT_thumbEstá concluído o processo de certificação pela Direção Geral do Emprego e das Relações do Trabalho (DGERT) da oferta formativa da APCC, o que significa que são cada vez mais as vantagens para quem escolhe o nosso Centro de Formação para aumentar o seu grau de qualificação e formação.

Ao frequentar uma formação certificada da APCC, tem assim a certeza de estar a fazê-lo numa entidade com qualidade reconhecida pelo mercado, com procedimentos e práticas que estão de acordo com um referencial de qualidade específico e com reconhecimento através do Sistema Nacional de Qualificações. Entre outras vantagens, pode ainda deduzir no IRS as suas despesas com a formação profissional adquirida.

Ler mais

“Contratação Pública em IPSS” é tema de formação com inscrições já abertas

161111_apcc_formacaocontratacaopublicaipss_thumbEstão abertas as inscrições para a ação de formação em “Contratação Pública em IPSS”, que a APCC – em conjunto com a FENACERCI-Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social, FAPPC-Federação das Associações Portuguesas de Paralisia Cerebral e HUMANITAS-Federação Portuguesa para a Deficiência Mental – promoverá no dia 30 de novembro. Trata-se de uma iniciativa dirigida a profissionais com funções relacionadas com processos de contratação pública em instituições particulares de solidariedade social.

Os formadores serão Tiago Mariz, advogado e professor no ISCAC – Coimbra Business School e Isabel Antunes, advogada, ambos com larga experiência na área dos contratos públicos. Esta será uma oportunidade para abordar modelos e procedimentos a adotar e esclarecer dúvidas em diversas matérias de complexidade elevada, como as que constituem esta área.

Ler mais

Curso de Hipoterapia/Equitação Terapêutica em novembro na APCC: inscrições já abertas

161014_apcc_cursohipoterapia_thumbDecorrerá entre os dias 21 e 25 de novembro mais um Curso de Hipoterapia/Equitação Terapêutica (nível 1), organizado pela APCC, e as inscrições já estão abertas. Trata-se de uma formação dirigida a profissionais ligados à saúde, profissionais ligados ao domínio equestre, profissionais socioeducativos ou quaisquer outras pessoas que desejem adquirir uma especialização nesta área.

Este curso, com a duração de 40 horas, tem como objetivo permitir a prática de atividades a cavalo com pessoas portadoras de deficiência, proporcionando o conhecimento das indicações, contraindicações e medidas de segurança, assim como do desenvolvimento da prática e as escolhas técnicas desta atividade.

Ler mais

APCC destacada por boas práticas na educação e formação inclusivas

160926_apcc_relatoriaava_thumbO trabalho da APCC nas áreas da educação e formação, em particular na utilização de metodologias de reconhecimento de competências com pessoas com deficiência e incapacidade, foi destacado no relatório final do projeto AVA – Action Plan for Validation, coordenado pela EAEA – Associação Europeia para a Educação de Adultos, a maior organização continental nesta área.

A experiência e a ação concreta da APCC são salientadas naquele documento em particular como exemplo na capacidade de sensibilização, liderando na criação de redes que criem condições para a participação de grupos em situação de desvantagem. Em concreto, é referido o trabalho com agências governamentais na criação de normas que asseguram o acesso e sucesso de pessoas com deficiência a instâncias de validação.

Ler mais