fbpx

Escola Básica

Crianças da APCC vão ser modelos por uma tarde

161115_apcc_desfileternuras_thumbA Mafalda e a Beatriz. O Alexandre e o Tiago. A Ana e o Rodrigo. O André e a Joana. Estas e várias outras crianças ligadas à APCC – no total, cerca de vinte – vão ser modelos por uma tarde, quando participarem num desfile de moda promovido pela Planeta das Ternuras, no próximo sábado, 19 de novembro.

O “Desfile de Ternuras” vai decorrer a partir das 15H00, na Quinta das Lágrimas, e servirá de apresentação da coleção outono/inverno 2016 da MDD, uma marca 100% portuguesa de moda para criança. E, embora todos venham certamente a estar muito curiosos em relação aos jeans, às camisolas e aos gorros, nós sabemos em quem vamos focar a nossa atenção!

Os ternuren...

Ler mais

É um dilúvio de criatividade de proporções bíblicas! Voluntários europeus e crianças da Escola Básica vão recriar história da Arca de Noé!

161012_apcc_sve-arcanoe_thumbPorque o Serviço Voluntário Europeu, e o projeto “Holding Hands With Other Abilities” em particular, também é um espaço de liberdade e criatividade, todos os voluntários têm a oportunidade de criar e desenvolver um projeto pessoal durante o tempo que passam na APCC.

E é por isso que a Katharina Bux, da Alemanha, tem andado a ‘transformar’ as crianças da Escola Básica da APCC em Noés e (casais de) elefantes, tigres, coelhos, macacos e outros animais. O objetivo final é recriar a história da Arca de Noé através de um vídeo em ‘stop motion’, feito com várias fotografias em sequência. Para já, têm sido desenvolvidas algumas atividades livres, estando ainda prevista a criação de instrumentos musicais, aproveitando a hora do recreio, para utilizar no vídeo.

Ler mais

Crianças da Escola Básica ‘aprenderam’ a voar

Batismo de vooDesde ontem (23 de junho) que há mais 12 ‘aviadores’ na APCC. Isto porque um grupo de alunos da Escola Básica da APCC fez o seu batismo de voo, numa iniciativa que juntou 160 utentes – crianças, jovens e seniores – de 11 instituições de solidariedade social da região Centro.

Do lado dos nossos intrépidos aventureiros, não faltaram a alegria, os sorrisos, o entusiasmo e também alguns nervos. Afinal, iam voar pela primeira vez, o que é façanha ao alcance de muito poucos. Mas todos se portaram lindamente, como verdadeiros ases dos ares, e terminaram esta inesquecível experiência com mais entusiasmo e confiança para outros tipos de voos no seu futuro.

Ler mais